compartilhar

FINAL DE SEMANA: Conheça o roteiro gastronômico de Brasília criado para você

Nossa página selecionou 10 das melhores opções de restaurantes da cidade e que merecem a sua atenção, leitor

Na hora de escolher um bom restaurante, sempre é difícil decidir. Por isso, nossa página fez um apanhado de algumas opções que podem agradar pelo cardápio, ambiente ou mesmo pelo custo benefício. 

 

Nossa reportagem acompanhou também o serviço das casas e como elas reagem à situações corriqueiras, como acessibilidade e até mudança indispensável no cardápio, como em caso de alérgicos ou intolerantes a determinado tipo de alimento. Todas listadas passaram no teste.

 

Já experimentamos mais de 80 restaurantes espalhados por Brasília e esse número continua crescendo com novos restaurantes que surgem. Decidimos não gourmetizar o texto. Somos pessoas como qualquer cliente e daremos nossa impressão.

 

Listamos os melhores da cidade e criamos um roteiro gastronômico que, na nossa opinião, vale a pena experimentar. Claro, que cada experiência é única e nem sempre elas se repetem. Mas seguindo os critérios listados acima, conseguimos finalizar um roteiro que poderá servir para ajudar na decisão de uma  ocasião especial, com menos chances de dor de cabeça. 

 

Vale lembrar que a ordem postada não significa um ranking criado por nossa página, mas sim a ordem das visitas. Também vale frisar que em nenhum deles fomos convidados pelos proprietários, como ocorre em outras abordagens gastronômicas. Em todos, fomos como clientes, pagamos a conta e não nos identificamos. Isso, claro, para que você, nosso leitor, possa realmente escolher um restaurante que trata jornalistas como clientes normais, e não como convidados. Isso, claro, ajuda e muito na credibilidade do texto.  

 

Bom proveito.

 

NIKKEI $$$$

(SCES trecho 2 lote 32 – Orla da Ponte JK )

(61) 2099-2460

 

A  proposta de fundir a comida peruana com a japonesa parece ter dado certo. Sob consultoria do chef (quase mestre) Fujita, o Nikkei já seria interessante apenas pelo cardápio. Aliado ao belo espaço e à localização, fica ainda melhor. No entanto, cuidado com os exageros. O local não é o mais barato, mas vale o preço que cobra. No rodízio, por exemplo, a casa oferece sushi com ‘foie gras’, ovas de massago e vieira. Coisa chique, mas que muitas vezes não é percebida por quem come. Caso decida ir com amigos, não pense duas vezes em pedir uma mesa na varanda. Se for um encontro a dois, o melhor é o salão, por causa da luz indireta. Não deixe de provar os drinks da casa, que também estão em alta. 

 

 

NOSSA COZINHA $$

(SCLN 402 Bloco C)

(61) 3326-5207

 

Começou tímido, mas o boca-a-boca fez com que a procura pelo local ficasse enorme. Isso fez com que o chef Alexandre Albanese aumentasse o simpático bistrô. A visita sempre vale. Para um passeio noturno, de preferência, o aproveitamento é maior, já que o ambiente possui charme próprio, inclusive na iluminação. O cardápio é sempre muito dinâmico, mas os atendentes sempre têm boas dicas que podem se encaixar no gosto do cliente.  Os vinhos também são bem variados e é possível encontrar opções fantásticas, por preços baixos. É o chamado “bom, bonito e barato” da nossa cidade. Tomara que continue assim.

 

 

TRATORIA DA ROSARIO   $$$$ Resultado de imagem para trattoria da rosario

(SHIS QI17 Bl H Lj 215 - Edificio Fashion Park - Lago Sul)

(61) 3248-1672

 

Localizado em um dos bairros mais nobres da cidade, o Lago Sul, o restaurante italiano é tradicional e une comida boa e ambiente refinado. É reduto de políticos e empresários de sucesso. Apesar do preço salgado, há algumas opções mais econômicas. Pesquise! Provamos de carpaccio ao prato às massas, tudo muito exclusivo e especial. É daqueles lugares que merecem nossa visita em ocasiões inesquecíveis. 

 

Taypá $$$$

(SHIS QI 17 Bloco G - Lago Sul)

(61) 3248-0403

 

É sem dúvida um dos melhores da cidade. O cardápio é peruano, mas com muita influência da cozinha contemporânea. É tido como um dos melhores do segmento do Brasil. Quase sempre o atendente oferece sugestões do chef, que facilitam para quem não conhece o tipo de cozinha. Cuidado com o preço, principalmente se engatar no vinho. Ah, não deixe de experimentar o pisco, a “cachaça” do Peru. Há uma sequencia muito interessante. Só tome cuidado se estiver dirigindo. Por ser distante do centro da cidade, escolha sempre ir como carona, nunca motorista, para aproveitar melhor o passeio. 

 

 

COCO BAMBU   $$$

(Setor de Clubes Sul, Trecho 2 próximo à Asbac)

(61) 3224-5585

 

Conhecido pelas unidades no Nordeste, o restaurante ganhou adeptos após se instalar na beira do Lago Paranoá. É tido por alguns como os melhores frutos do mar da cidade, mas há controvérsias. O restaurante ganha mais pelo custo benefício, paisagem e ambiente do que pelo próprio tempero.

 

Em dias de pico, a impressão que a equipe passa é de que temos de comer logo para liberarmos mesa para quem está à espera. Invista nas entradas, todas deliciosas. Para quem pode, o pastel de camarão é uma delas. Há porções muito grandes, que servem bem até quatro pessoas.

 

O restaurante conta com outra unidade no Brasília Shopping, mas é por sistema de buffet. Perde no paladar, mas ganha na localização para quem tem pressa. A depender do dia, as filas costumam ser gigantescas.

 

RUBAIYAT $$$$

(SCES Sul Trecho 01 – L4 Sul)

(61) 3443-5000

Por falar em carne, não deixe de tirar um dia para visitar o Rubaiyat. Famosa casa internacional de carne, é um restaurante com espaço, estacionamento, bom atendimento e preço compatível. É comum que a casa presenteie os assíduos com uma faca especial registrada com o nome do cliente. Não deixe de experimentar o delicioso pão de queijo e o steak tartar, feio na hora e na frente do cliente. Sobre as carnes, dê a chance para o atendente sugerir. Sempre dá certo. Há ainda opção de brinquedoteca para os pequenos deixarem os pais curtirem o passeio. A vista também é linda. Cuidado com o preço, porque o serviço é à la carte, mas as porções são boas em quantidade. 

 

 

EL PASO TEXAS   $$$

(CLN 110 e CLS 405 Sul)

(61) 3323-4618

 

Com comida mexicana e texana, o local tem se mantido na cidade sempre com excelente frequência. Ganha espaço, principalmente, pela sequência de ceviches servidos, que são muito bem avaliados. Além, claro, das deliciosas fajitas, tacos, nachos e muita guacamole. O cardápio de bebidas tem como base a tequila, o que acaba deixando clientes mais alegres no fim da noite. É sempre procurado para confraternizações e aniversários. Se o clima for de encontro, passe para o próximo. O El Paso é legal, mesmo, para ir com a turma de amigos. Animados, de preferência..

 

 

UNIVERSAL   $$$$

(SCLS 210 )

(61) 3443-2089

 

Já foi hit na cidade, mas não colocaria no topo da lista. Talvez por conta de outros projetos da chef, o tempero do restaurante não se manteve. Independente disso, é um lugar interessante para visitar, principalmente à noite. Com som e DJ, a festa já começa por ali. É caro, mas vale a farra. Os drinks são fartos e bem variados. 

 

PECORINO   $$$

(SCLS 210 e Shopping Boulevard – 2o piso)

(61) 3033-8285

 

Há duas versões: uma na 210 Sul e no shopping Boulevard. Se for para escolher, não pense duas vezes em ir ao do shopping. É um restaurante italiano com tempero tradicional.  Os preços são melhores e há opção de entradas como buffet. No da Asa Sul, o clima é mais protocolar. Duas pessoas comem bem por R$ 100. Só tome cuidado com o dia escolhido. Aos fins de semana, o shopping costuma ficar insuportavelmente cheio. 

 

VILLA TEVERE $$$$

(115 Sul Bloco A)

(61) 3345-5513

 

É sem dúvida, um dos italianos mais simpáticos da cidade. A começar pelo chef, Flávio Leste, que tem cuidado com cada cliente. A equipe é bem treinada e sempre há opções de promoções. É forte nos risotos e nas massas criadas pelo chef. Enquanto escrevia, lembrei das sobremesas, que não valem a pena serem destacadas. Todas são boas. Só tome o cuidado de reservar antes de ir. O aconchegante local costuma ser muito procurado por quem tem bom gosto.  

 

$$$$ - Custo alto 

$$$ - Custo médio 

$$ - Custo baixo

 

(Os valores são calculados pela média das cartas dos restaurantes visitados) Blogue do Sombra

 

COMENTÁRIOS