compartilhar

PESQUISA: Brasilienses aprovam novo horário no Eixão do Lazer para o verão

Resultado da enquete, com 86,9% de votos favoráveis, foi divulgado nesta terça-feira (31). Mudança continua até 19 de fevereiro

"Houve uma sintonia total entre a proposta do governo e a população, que já demandava há algum tempo a extensão desse horário" -Henrique Luduvice, diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF)

Com o “sim” de 86,9% dos votantes da enquete promovida pelo governo de Brasília, o fechamento do Eixão aos domingos e feriados continuará das 7 às 19 horas até 19 de fevereiro, último dia do horário brasileiro de verão. Normalmente, a via fica interditada para veículos das 6 às 18 horas e aberta para caminhadas, corridas, pedaladas e outras atividades.

Extensão de funcionamento do Eixão do Lazer durante o horário de verão valerá também para os próximos anos.

Até 19 de fevereiro, último dia do horário de verão, Eixão do Lazer funcionará das 7 às 19 horas.



O resultado da pesquisa virtual foi divulgado nesta terça-feira (31) pela Casa Civil. Participaram 850 pessoas, das quais 739 responderam “sim” e 111, “não” para a pergunta: “Você prefere que, durante todo o horário de verão, o Eixão do Lazer funcione das 7 h às 19 h?”.

Segundo o secretário adjunto de Relações Institucionais, da Casa Civil, Igor Tokarski, essa é uma demanda da população. “A partir desse resultado positivo, as medidas necessárias para ampliar a decisão para os próximos anos serão tomadas pelo governo.”

Na entrevista coletiva também estava a secretária do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros, que ressaltou a importância da participação popular na decisão.  “O Eixão é um templo do esporte e do lazer, e a gente tem que dar a oportunidade para o cidadão aproveitar ao máximo esse período em que os dias são mais longos”, ressaltou.

Concomitantemente à enquete, em janeiro o governo fez um mês de teste do novo horário e, segundo o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), Henrique Luduvice, a operação feita pelos agentes de trânsito e por policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária transcorreu normalmente. “Houve uma sintonia total entre a proposta do governo e a população, que já demandava há algum tempo a extensão desse horário, particularmente no horário de verão”, disse.

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF), Henrique Luduvice; o secretário adjunto de Relações Institucionais da Casa Civil, Igor Tokarski; e a secretária do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros.

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF), Henrique Luduvice; o secretário adjunto de Relações Institucionais da Casa Civil, Igor Tokarski; e a secretária do Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros


A mudança também deverá valer para os próximos anos. Luduvice explicou que, para manter a decisão nos próximos anos, será necessário apresentar um projeto de lei à Câmara Legislativa.

O horário de verão começa sempre no terceiro domingo de outubro e vai até o terceiro ou quarto domingo de fevereiro do ano seguinte. A média é de 120 dias por ciclo, sendo que, em 2017, será de 127. Ele foi instituído pelo Decreto Federal nº 6.558, de setembro de 2008.

 

 

COMENTÁRIOS