compartilhar

FALECEU NO AR: Passageiro passa mal e morre em voo da Gol vindo de Minas para Brasília

Companhia diz que tripulação prestou primeiros socorros; óbito foi confirmado por médicos ao pousar. Motivo da morte não foi informado.

Um passageiro passou mal e morreu em um voo da Gol na noite de terça-feira (21) que ia de Belo Horizonte, em Minas Gerais, para Brasília.

A companhia informou que, ainda a bordo, a tripulação fez os procedimentos de primeiros socorros.

 

No entanto, a morte foi confirmada pela equipe médica em solo. A Gol não deu informações sobre o motivo da morte nem a idade do passageiro.


Em nota, a empresa disse que “lamenta o ocorrido e se solidariza com os familiares do cliente, que estão recebendo toda assistência da companhia”.


Apesar do incidente, o voo G3-1705 seguiu do Aeroporto de Confins para o JK normalmente, pousando às 20h03. Em caso de algum passageiro passar mal, a Gol diz que a cabine de comando é avisada para que "as ações necessárias sejam tomadas o mais rápido possível".


Mesmo questionada, a companhia não disse qual o procedimento em caso de morte – por exemplo, se o corpo é colocado em um local reservado ou se ele continua no assento.

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o comandante deve providenciar na primeira escala o comparecimento de médicos ou de autoridades policiais.


"Ou seja, o comandante deverá aterrissar no primeiro aeroporto de escala para procedimentos cabíveis, caso seja necessário. O comandante também deverá registrar as ocorrências no diário de bordo da aeronave", diz a agência. O órgão não dá recomendação sobre isolamento do passageiro em situações do tipo.

 

COMENTÁRIOS