compartilhar

MEDICAMENTOS DESVIADOS DO GDF: Donos de farmácias são presos por tráfico e receptação

Dois proprietários de farmácias foram presos pela Polícia Civil do DF na tarde desta quinta-feira (23), às 15h30, por tráfico de substância entorpecente (remédio controlado sem autorização legal) e receptação qualificada de medicamentos desviados da Secretaria de Saúde.

As prisões foram efetuadas no Conjunto H da QNM 17, em Ceilândia.

A operação, que se deu após recebimento de denúncia anônima, foi realizada na Popular Farma, onde foram encontrados medicamentos pertencentes ao GDF, e na Farmácia do Trabalhador, na qual o dono guardava remédios que não tinham autorização da Agência de Vigilância Sanitária para venda.


Durante a investigação, a Polícia Civil explicou que, em razão da impossibilidade de conseguir presenciar os crimes denunciados e tampouco visualizar as substâncias no interior das drogarias, os agentes estabeleceram contato com a Vigilância Sanitária do DF para agendar uma inspetoria.


Assim, fiscais da Vigilância Sanitária entraram nos estabelecimentos para inspecionar, enquanto os policiais aguardavam na área externa, em frente ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC). Após os fiscais detectarem os ilícitos mencionados na denúncia, os agentes deram início às prisões.


A pena para o crime de receptação qualificada é entre 3 a 8 anos de prisão. Já para o tráfico de drogas, a pena é de 5 a 15 anos.

 

Fonte: *Via JBr/Clipping

COMENTÁRIOS