compartilhar

HOJE TEM, DIA E NOITE: Confira a programação dos blocos da capital federal neste sábado de carnaval

Ruas da cidade serão tomadas por mais de 30 grupos.

Bloquinho Multiplicidade

No primeiro ano de desfile, o grupo propõe ser um ponto de concentração onde os foliões poderão passar para participar dos demais blocos tradicionais da cidade. O movimento vai ter marchinha e samba.

Onde: Comercial da 702 Norte, no Plano Piloto 
Hora: 10h às 18h

 


Babydoll de Nylon

Resultado de imagem para babydoll de nylon

Há seis anos desfilando pelas ruas da capital no carnaval, o bloco que é conhecido pela sugestão irreverente de fantasia “obrigatória” vai fazer a folia na Praça do Cruzeiro das 13h às 19h. Virou um dos maiores da cidade deste então.

Na página do evento, os organizadores convidam os foliões: “Tire o babydoll da gaveta, prepare a alegria, a tolerância, o contato e o prazer, pois vai ser inesquecível”. A música fica por conta do coletivo Bailito Soundsystem, que toca axé anos 1990, marchinhas e “breguices em geral”.

Pra ninguém ficar deslocado por usar a fantasia “inapropriada”, os organizadores vendem o “abadabydoll” – mistura de abadá com cara de camisola – a R$ 50 na loja colaborativa Endossa, na 306 Sul.

Onde: Praça do Cruzeiro, no Eixo Monumental 
Hora: 13h às 19h


Baratinha

Voltado totalmente ao público infantil, o bloco sai no carnaval desde de 1990 e leva a cultura através de brincadeiras e lazer às crianças. Leva o título de maios bloco infantil do Brasil, concentrando cerca de 35 mil pessoas por dia.

Onde: Estacionamento 12 do Parque da Cidade 
Hora: 14h às 21h


Bloco Santo Pecado

Resultado de imagem para bloco santo pecado

A orla do Lago Paranoá vai entrar em sintonia com o grupo de percussão Santo Pecado. Formado por 23 instrumentistas, o grupo vai tocar ritmos nordestinos próximo à Ponte JK. Esta é a quarta edição do bloco, que surgiu como alternativa às restrições impostas pela Lei do Silêncio.

“Todos os estúdios reclamaram do barulho. Não era uma simples banda, mas um número razoável de pessoas fazendo um barulho ensurdecedor”, explicam os integrantes na página do evento no Facebook.

Sem alternativas a quatro paredes, em junho de 2013 o grupo fez o primeiro ensaio a céu na orla do lago. Desde então, a maior preocupação do Santo Pecado é “levar alegria e bons sentimentos” aos foliões.

Onde: próximo à Ponte JK
Hora: 
15h às 22h


Bloco das PerseguidasResultado de imagem para bloco das perseguidas

A Praça dos Prazeres, na 201 Norte, ganha contornos feminista com o Block das Perseguidas, que vai das 14h às 2h de domingo (26). As mulheres comandam a música, a começar pela DJ Jul Pagul. Às 16h, quem faz o som é Badu Ayó, das Filhas de Oyá.

Em seguida, entra Thabata Lorena até as 20h, quando Martinha do Coco encerra com o ritmo do Norte que carrega no nome. No Facebook, as organizadoras publicaram imagens de mulheres cujas trajetórias de vida foram marcadas pela luta contra o machismo e os direitos da mulher.

Onde: Praça dos Prazeres, na 201 Norte
Hora: 15h às 22h


Bloco do Bem

Para a galera que frequenta o bloco, o lema é solidariedade. Além de pular o carnaval, os organizadores arrecadam doações destinadas às comunidades carentes do Sol Nascente do Por do Sol, em Ceilândia.

O festejo vai ser animado com a música eletrônica dos djs Thaisa Sabino, Amnnesia, Mixel Rezende, Bruna Val, Dj Dani Ferreira e Lucas Valle. Ao vivo, tocam as bandas Os Intokáveis, Mantraire e Duovário.

Depois do fervo do bem, tem o "after" no Espaço Cultural Canteiro Central. O evento é preparado pelos grupos BEMMEB e Alternative Sounds na Batalha de Carnaval com os Djs Ops Criolina/Aparelinho, Karla Testa, Alexa, WTS, Montana, Ivan Bicudo, Rods e J. Jusce.

Onde: Setor Comercial Sul, quadra 2 
Hora: 
começa às 16h


Concetra mais não sai

A principal atração é a bateria da escola de samba Acadêmicos da Asa Norte, mas a música não para por aí. Marcelo Senna, Anna Cristina, o grupo de percussão Patubatê e Tyayrô e a banda Pimenteira também tocam no evento. O DJ Julinho comanda a pista nos intervalos.

Onde: Plano Piloto, 404 Norte, bloco B
Hora: 15h às 22h


Vilões da Vila

Formada por uma bateria com 18 instrumentistas, a agitação começa na Praça Nelson Corso, na Vila Planalto. Durante o bloquinho, Nanih Junho & Banda também tocam. Haverá batalha de MCs e shows de dança e música de talentos da região.

Onde: Praça Nelson Corso, Vila Planalto
Hora: A partir das 14h


Carnapati

Especialmente para as crianças, o bloco criado pela companhia de teatro Mapati em 2009 traz a banda Chinelo de Couro para o Estacionamento 4 do Parque da Cidade para alegrar a tarde de sábado da meninada. Das 10h às 18h, haverá oficinas, brincadeiras de circo e gincanas.

Segundo os organizadores, o bloco tem a intenção de estimular um “carnaval democrático e gratuito”. Conta com bailinhos de palácios e apresentação do espetáculo O Mágico de Oz. No evento haverá fraldário, estacionamento para carrinhos infantis e um espaço especial para bebês. Cerca de dez food trucks vão montar uma praça de alimentação.


Bloco do Prazer

Com muito prazer, a DJ Karla Testa e as bandas Muntchako, as Batuqueiras e Maria Sabina & a Pêia fazem o carnaval de rua na praça que é xará do bloco. “Sem desdém com nenhum ritmo brasileiro”, como os organizadores descrevem o Bloco do Prazer, vai tocar de rock ao brega, de forró ao samba.

Onde: Praça dos Prazeres, na 201 Norte, Plano Piloto
Hora: 16h às 22h


Lordes do Areal

Uma associação sociocultural e uma escola de samba se unem para fortalecer a cultura do carnaval em Águas Claras. Fundada em 2014, a Lordes alia carnaval aos projetos sociais e culturais com direito até a samba enredo – “Luz, Câmera, Ação Social a Lordes brinca no carnaval”.

Onde: Praça da QS 06/08 da Areal
Hora: a partir das 14h


Carnaval do Varjão

O Bloco foi idealizado pelo grupo de cultura popular “Raízes” que, em parceria com a comunidade e o conselho de cultura da Varjão, criou o Bloco Carnavarjão. O bloco promete um carnaval animado com samba de roda, carimbó e apresentação de Bumba meu Boi.

Onde: Quadra 1, conjunto D do Varjão
Hora: 15h às 22h


Pipoka Azul - Escola de Samba Império do Guará

O Circuito Pipoka Azul, criado pela cantora Dhi Ribeiro, propõe festa com novas roupagens para música tradicional carnavalesca.

Onde: Praça da Moda, na QE 40 do Guará II
Hora: 15h às 22h


Os Filhos de São Jorge

Criado pelo Babalorixá Jaime de Ogum, o bloco divulga a cultura afro-brasileira com a percussão e os instrumentos aos adolescentes. O grupo também trabalha para inserir jovens em projetos culturais inspirados em grupos percussivos como Ilê Ayê, Olodum, Ara Keto, Muzenza, entre outros.

Onde: Av. das quadras 6/4 da Vila Buritis em Planaltina 
Hora: 16h às 22h


Galinho de BrasíliaResultado de imagem para galinho de brasilia

Um dos mais tradicionais blocos da cidade, fundado em 1992, nasceu da saudade de pernambucanos, antigos freqüentadores dos carnavais de Olinda e Recife, e que se mudaram para a capital. Com a própria orquestra de frevos, os músicos se revezam para garantir um carnaval totalmente movido aos frevos de bloco, frevos canções e frevos de rua.

Onde: Setor de Autarquias Sul, estacionamento da Caixa Cultural
Hora: 15h às 23h


Asé Dudu

A intenção do bloco é difundir a cultura afro-brasileira e incentivar o “intercâmbio” cultural entre os povos. Em Brasília desde 1990 conta sempre com oficinas de percussão, dança afro, Hip Hop, Capoeirta, Corte e Costura.

Onde: Taguaparque, pistão norte
Hora: 17h às 22h

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS