compartilhar

LADRÕES PÚBLICOS: Polícia investiga participação de servidores da Saúde em desvio de medicamentos

A Policia Civil investiga um desvio de medicamentos da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, que foram encontrados nessa quinta-feira (23) na Popular Farma  e na Farmácia do Trabalhador.

 

A suspeita é de que os remédios tenham sido retirados do Hospital Regional de Brazlândia e o principal envolvido seja um servidor que trabalha como eletricista no local.

O suspeito em questão é o servidor José Nildo Terto, segundo disse Ângela Maria dos Santos, diretora da Divisão de Crimes contra o Consumidor (Dicon/Corf). De acordo com ela, o homem já havia sido preso em junho do ano passado vendendo sibutramina, medicamento usado para emagrecer.

 

Ele era investigado por comercialização de medicamentos sem receita, há oito meses. A mulher e um sócio, presos em flagrante na tarde de quinta, seriam seus aliados.

 

Foto: Divulgação/PCDF

 

Na drogaria Popular Farma, que está em nome de Rita Verônica de Sousa Rocha, 55 anos, mulher de José Nildo, foram encontrados medicamentos de uso exclusivo da Secretaria de Saúde. Segundo a delegada, a mulher alega desconhecer que tivessem medicamentos originários na secretaria de saúde dentro do seu estabelecimento. Verônica foi autuada em flagrante por receptação qualificada.


Alisson Guilherme de Sousa Beserra, 19, foi identificado como gerente da Farmácia do Trabalhador. Lá, foram encontrados produtos de uso especial de exigência de receita de uso controlado, onde não havia permissão para venda, de acordo com a legislação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O rapaz foi preso em flagrante por tráfico de drogas.


A policia investiga agora o envolvimento de mais servidores da saúde no esquema. Os medicamentos foram apreendidos e encaminhados pelo Instituto de Criminalística, onde será feita uma restituição para identificar a origem de qual unidade de saúde eles pertencentem para serem devolvidos.

 

Fonte: *Via JBr/Clipping

COMENTÁRIOS