compartilhar

PLANETÁRIO: Mesmo com céu nublado, brasilienses ficaram atentos para ver eclipse solar

Templo nublado atrapalhou a contemplação, mas muitas pessoas foram ao Planetário para tentar observar o fenômeno

Um eclipse parcial do Sol marcou a manhã deste domingo (26/2) de carnaval. Um grupo se reuniu no Planetário de Brasília para observar o fenômeno. Nem o tempo nublado espantou os curiosos.


O eclipse pode ser visto apenas de em algumas regiões do país – Centro Oeste, Nordeste, Sudeste e Sul.

 

Aqui em Brasília o fenômeno  atingiu 17% de cobertura do Sol. Já no Rio Grande do Sul, ele pode ser contemplado em cerca de 60%.  O ápice do fenômeno aconteceu às 11h da manhã e o término está previsto para as 14h.

Resultado de imagem para eclipse solar 26 de fevereiro de 2017 df

Segundo Adriano Leonese, monitor do planetário de Brasília e membro do Clube de Astronomia de Brasília, o eclipse pode ser visto totalmente somente no sul da Argentina, na Patagônia.


Ele alerta que não é recomendado usar óculos de sol para ver o fenômeno, pois a contemplação pode ser prejudicial à visão, já que o acessório filtra apenas a claridade e não filtra os raios ultravioleta e infravermelho. “Isso pode causar danos sérios à retina. É possível observar sem riscos por 10 ou 15 segundos, mas o recomendado é utilizar equipamentos específicos, como telescópios”, diz.


 

O Brasil terá a oportunidade de visualizar outro fenômeno solar ainda este ano. Em 21 de agosto, haverá um eclipse total do Sol, que poderá ser visto no parcialmente somente na região nordeste, próximo do horário do pôr do sol.

 

COMENTÁRIOS