compartilhar

UFA! QUE ALÍVIO!: Chuva em fevereiro na Grande Brasília supera média histórica e dobra em relação a 2016

Inmet registrou 257 mm de chuva neste mês; 40 mm a mais do que a média. Em 2016, Distrito Federal contou com 84,2 mm de chuvas em fevereiro.

As chuvas no Distrito Federal até esta segunda-feira (27) deste mês de fevereiro superaram a média histórica e foram mais do que o dobro se comparado a 2016.

 

Segundo registros do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu 257 mm em fevereiro deste ano – a média história é de 217 mm. Em 2016, o Inmet registrou 84,2 mm de chuvas no mesmo mês.


Por outro lado, choveu em janeiro deste ano cerca de 100 mm a menos do que a média. Foram 145 mm, enquanto a média história para janeiro é de 247 mm. No mesmo período de 2016, o Distrito Federal contou com 398 mm de chuvas.


Segundo o Inmet, a tendência é de que as chuvas continuem em março, mas não é possível prever se o mês seguirá os parâmetros de fevereiro e apresentará índices maiores do que as médias históricas. O instituto informou ainda que a expectativa é que, depois de março, as chuvas comecem a diminuir.


A previsão do tempo para esta segunda (28), de acordo com o Inmet, é de tempo nublado e encoberto com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. Isso, com temperatura mínima de 18ºC e máxima de 26ºC. Para a terça-feira de carnaval (28), a previsão também é de pancadas de chuva e trovoadas isoladas.

 

Racionamento

 

O volume baixo dos reservatórios do Descoberto e de Santa Maria é a justificativa de a Caesb implementar racionamento na maior parte do "quadrilátero". 

A partir desta segunda, a restrição também atinge a área central. Neste domingo, o reservatório de Santa Maria estava com 45,65% da capacidade e o do Descoberto, 39,22%, segundo a Adasa.


Ao todo, levando em conta as áreas abastecidas pelos dois reservatórios, mais de 15 regiões ficam sem água nesta segunda, entre elas Lago Norte e parte de Ceilândia. O rodízio nas regiões abastecidas por Santa Maria foi definido na quarta (22) pelo GDF.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS