compartilhar

PAS 2016: 40,88% das vagas do Programa de Avaliação são de alunos da rede pública

Secretaria de Educação registrou 861 aprovados na terceira etapa da prova da UnB. No Centro de Ensino Médio 1 de Sobradinho, 64 estudantes conquistaram um lugar na universidade

Depois de três anos dividindo o tempo entre a escola, os cursos de línguas e o estágio, chegou a hora de comemorar a recompensa. É o que tem feito a adolescente Ana Izadora de Oliveira Uchôa, de 17 anos, desde sexta-feira (8), quando foi aprovada no curso de engenharia civil da Universidade de Brasília (UnB). "É a realização de um sonho. Sempre gostei muito de estudar e sou apaixonada por disciplinas exatas", afirma a moradora de Sobradinho.


Nascida em Macapá (AP) e radicada em Brasília desde os cinco anos de idade, a jovem, que sempre estudou em escola pública, conta que, para ingressar no curso desejado, contou com a ajuda dos professores e com o apoio da família. "Não fiz cursinho e estudei muito em sala de aula", garante. "Agora já ganhei até um capacete cor-de-rosa", anima-se a caloura.

40,88% das vagas do PAS em 2016 são de alunos da rede pública

Ana Izadora é estudante do Centro de Ensino Médio 1 de Sobradinho, conhecido como Ginásio, e está entre os 64 estudantes da escola que conseguiram uma vaga na universidade federal em primeira chamada por meio do Programa de Avaliação Seriada (PAS). O resultado conquistado pelos alunos da instituição é consequência de uma educação voltada para a disciplina e para ensinamentos que vão além dos livros, na avaliação do diretor da unidade, Ari Luiz Alves Pae. "Aqui, os alunos são cobrados a ser cidadãos, a cumprir horários, a respeitar os professores e a entender a importância de uma boa formação", aponta o educador.


Fundada em 1966, a escola comemora 50 anos em 2016 com o presente de ser a que mais aprovou alunos na UnB em 2016. Seguem no ranking dos que mais conquistaram vagas os Centros de Ensino Médio de Taguatinga Norte (58), do Setor Oeste (57) e do Setor Leste (55) — ambos no Plano Piloto —, e o Centro de Ensino Médio 2 de Ceilândia (55). Entre as coordenações regionais de ensino, o destaque ficou com Plano Piloto e Cruzeiro (184), seguida por Ceilândia (163), Taguatinga (143), Gama (83) e Sobradinho (71).


Preparo
Em 2015, os alunos da rede pública de ensino ocuparam 32% das vagas do PAS, das 2.106. Neste ano, foram 40,88% (também 2.106 vagas).


O secretário de Educação, Esporte e Lazer, Júlio Gregório Filho, atribui esse aumento ao programa Por Dentro dos Exames do Ensino Médio, lançado em 2015, que, além de promover simulado da prova de acesso à UnB, mostrou aos estudantes que eles tinham as ferramentas necessárias para serem aprovados. "Os professores corrigiram as provas e as redações, deram retorno aos alunos sobre o desempenho individual e falaram sobre o processo de avaliação durante todo o ano, tudo isso fez com que eles se sentissem estimulados e capazes de ter boas classificações", afirma.


Além do conteúdo dado em sala de aula, houve importante ajuda de professores das redes pública e privada que se voluntariaram e promoveram cursinhos preparatórios em algumas unidades, com apoio do Estado. "As regionais de ensino têm autonomia para desenvolver seus cursos e para apoiar com a logística, como a cessão de salas de aula."


O subsecretário de Planejamento, Acompanhamento e Avaliação da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer, Fábio Pereira de Sousa, esclarece que o número atualizado de 861 estudantes aprovados ainda pode aumentar. "A pasta ainda mapeia aqueles alunos que, na hora da inscrição, entram pelo sistema universal e não registram que são da rede", explica.


Sobre o simulado, o subsecretário adianta que o objetivo da pasta é que o teste seja anual e que ocorra entre o fim de julho e o início de agosto. "Queremos antecipar a prova para que eles tenham tempo de rever o conteúdo depois dos resultados", conclui.

 

COMENTÁRIOS