compartilhar

SELVAGERIA: Justiça Desportiva decide interditar estádio Bezerrão, no Gama, após pancadaria no jogo de domingo

Decisão tem caráter provisório; cabe recurso. Presidente da Corte estipulou multa de R$ 50 mil em caso de desrespeito à determinação.

O Tribunal de Justiça Desportiva do Distrito Federal decidiu nesta segunda-feira (13) interditar o Estádio Bezerrão, no Gama.

A medida tem caráter liminar (provisório) e se dá após o episódio de pancadaria no jogo entre o Gama e o Brasiliense, na tarde de domingo (12).

O presidente da Corte, Henrique Celso, estipulou multa de R$ 50 mil em caso de desrespeito à determinação. Cabe recurso.


Para o magistrado, o estádio "não reúne condições para receber partidas com a devida segurança, até que sejam apresentadas soluções que garantam a completa segurança no estádio, seja em relação à própria infraestrutura da arena, seja em relação à elaboração de protocolos de segurança específicos".


Responsável pela administração do estádio, o Governo do DF não se manifestou até a publicação desta reportagem. A Procuradoria do tribunal informou ainda que aguarda a súmula (o relato do árbitro) sobre o jogo para oferecer denúncia contra os possíveis envolvidos no tumulto.

Relembre

 

Aos 40 minutos do segundo tempo, um desentendimento entre o atacante Nunes, do Jacaré, e o lateral-direito Dudu Gago, do Gama, acabou se transformando em briga entre jogadores e membros das comissões técnicas dos dois lados.

A confusão rapidamente se estendeu para as arquibancadas, torcedores dos dois times invadiram o gramado e entraram em confronto, que só terminou já fora do estádio. O episódio manchou a rodada mais aguardada da fase de classificação.


Com o campo tomado por policiais e gás de pimenta, o árbitro Almir Camargo optou por encerrar a partida cinco minutos antes do fim do tempo regulamentar, quando o placar estava empatado em 1 a 1.

A Polícia Militar entrou em ação para tentar conter as trocas de socos e pontapés entre jogadores e integrantes das comissões técnicas dos dois times. Foi então que alguns torcedores começaram a pular os alambrados e invadir o campo.


Quando um representante do Gama arrancou uma faixa da torcida do Brasiliense da grade atrás do gol, os ânimos se exaltaram de vez e houve muita pancadaria, principalmente entre os membros das organizadas dos dois times.

Levou cerca de 10 minutos para a polícia conseguir acalmar a situação em campo. A maior parte dos torcedores que não tinha se envolvido na briga já tinha deixado o estádio. O campo ficou tomado por gás de pimenta. Os dois times foram para os vestiários, e o árbitro Almir Camargo deu o jogo como encerrado com o placar em 1 a 1.

Fora do estádio, a polícia continuou tendo trabalho. Parte da torcida organizada do Gama continuou tentando chegar até onde estavam os torcedores do Brasiliense, provocando mais correria e confronto com as forças de segurança.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS