compartilhar

ÔLHO DO FURACÃO: Filippelli e Magela aparecem nas delações da Odebrecht e na "lista negra" do Janot

A lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com pedido de remessa de parte das delações de executivos da Odebrecht para os estados, inclui pelo menos mais dois políticos do Distrito Federal.

 

 Segundo o Correio apurou, o ex-vice-governador Tadeu Filippelli (PMDB), hoje assessor especial do presidente Michel Temer, e o ex-deputado Geraldo Magela (PT) estão citados nas delações.

 

 

Filippelli aparece em trechos sobre a obra do Centro Administrativo de Taguatinga (Centrad) e Magela na PPP para implantação do empreendimento habitacional Jardins Mangueiral.

 

 O conteúdo das referências ainda está sob sigilo. Janot pediu a quebra do segredo de justiça ao relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin.

 

Em mais de 200 petições, Janot pede que essas menções a políticos sem foro no STF sejam investigadas nos estados e no DF. Como o Correio revelou, os ex-governadores José Roberto Arruda (PR) e Agnelo Queiroz (PT), o ex-senador Gim Argello (sem partido) e o deputado distrital Robério Negreiros (PSDB) também são citados e devem ser investigados pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDF).

 

Fonte: *Via CBPoder/Clipping

COMENTÁRIOS