compartilhar

BALANÇO: Mais de 100 veículos roubados foram recuperados na Grande Brasília neste ano

Além de operações de fiscalização, multas também podem auxiliar na localização de veículos furtados, roubados ou clonados

De acordo com dados do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran), nos dois primeiros meses deste ano, 110 veículos furtados, roubados ou clonados foram recuperados no Distrito Federal.

Em todo o ano passado, foram 597 carros localizados.


Segundo o órgão, a recuperação desses automóveis ocorre, principalmente, nas ações integradas com as demais instituições de segurança pública, nas operações de fiscalização de trânsito e durante as vistorias de veículos.


Mas outra ferramenta também tem ajudado na hora de encontrar carros roubados: as notificações de autuação relativas a infrações. Nelas constam informações como o dia, o horário e o local, o que permite aos órgãos fiscalizadores o monitoramento desses veículos e, consequentemente, a localização.

Tony Winston/Agência Brasília

 

De acordo com a Lei Distrital 2.492, a partir do momento que é registrado o boletim de ocorrência junto à Polícia Civil, o veículo furtado/roubado fica na condição de alerta no sistema do Detran. Essa informação é lançada pela própria polícia assim que efetua o BO e, a partir do registro da ocorrência, o proprietário não responde pelos débitos ou multas do carro, pois as infrações registradas, enquanto constar a situação de alerta, serão canceladas.

Em relação ao valor da multa, não é necessário tomar nenhuma providência, pois o sistema não gera a cobrança.

 

No entanto, quanto à pontuação na carteira de habilitação relativa à infração, cabe ao proprietário do veículo, ao receber a notificação da autuação e dentro do prazo definido para identificar o condutor infrator, informar ao Detran a condição do veículo, evitando assim que os pontos sejam lançados.

O Detran ainda ressalta o pedido para que os motoristas, ao visualizarem uma barreira de fiscalização, não publiquem em redes sociais ou grupos de comunicação, uma vez que as blitzes são instrumentos eficientes na identificação de carros roubados. (Com informações do Detran).

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS