compartilhar

POLÍCIA CIVIL: Rollemberg cancela reunião para discutir proposta de reajuste salarial à corporação

A PAUTA COM AS MATÉRIAS DO EXECUTIVO ESTÁ TRANCADA NA CÂMARA DISTRITAL.A PCDF REIVINDICA QUE OS SALÁRIOS SEJAM EQUIVALENTES AOS DA POLÍCIA FEDERAL

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) cancelou a reunião que estava marcada para esta quinta-feira (16) com alguns  distritais e sindicalistas da Polícia Civil, para tratar da proposta de reajuste salarial da categoria.

 

A razão é que a pauta com as matérias do Executivo que está trancada na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) desde o ano passado.Por esse motivo não existe a previsão de uma nova reunião.

Na verdade, a situação se parece muito com uma “Queda de braço”, já que um grupo de deputados distritais afirmou que em apoio à Polícia Civil, fariam a obstrução da pauta na Casa, até Rollemberg tratar da isonomia da PCDF com a Polícia Federal.

O fato não agradou ao Sindicato dos Policiais Civis do Distrito Federal (Sinpol-DF), por meio de nota o sindicato afirma surpresa com a suspensão da reunião e reforça que “ A falta de uma solução para a questão da PCDF gera instabilidade para o sistema de segurança pública da capital federal”.

Salientam também, “Esclarecemos à sociedade que esta situação já vem sendo protelada há mais de um ano, por falta de uma postura proativa do Governo do Distrito Federal”.

O diretor do Sindicato dos Delegados da Polícia Civil (Sindepo), delegado Rafael Sampaio lamenta a suspensão, “O Governador, mais uma vez, descumpre os compromissos assumidos com os policiais e parlamentares, revelando desprezo à instituição e seus servidores”.

Sampaio afirmou por meio de nota que o acordo será cobrado, e que as diretorias dos sindicatos da PCDF estará reunida na tarde desta quinta para traçar estratégias de mobilização da categoria e de manifestações na Câmara Legislativa “visando manter a pauta obstruída".

A PCDF reivindica que os salários sejam equivalentes aos  da Polícia Civil. 

 

Fonte: *Via Diário do Poder/Clipping

COMENTÁRIOS