compartilhar

CRISE HÍDRICA: Descontos na conta de água para quem economizou em 2016 beneficiam mais de 500 mil moradores

Bônus inferiores a R$ 9 representam maior parte dos benefícios e estão nas contas de água de março. Calendário de descontos vai até janeiro de 2018.

Em plena crise hídrica, moradores do Distrito Federal viram nas contas de água de março um bônus-desconto referente a economia feita em 2016.

Das 640 mil contas emitidas pela Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), 511 mil serão beneficiadas até o ano que vem.


Os primeiros bônus devolvidos são os de menor valor, R$ 9, que representam a maior parte da população, 234.993 consumidores. A companhia elaborou um calendário para distribuição do benefício que vai até janeiro de 2018 (veja cronograna abaixo).


O valor do bônus corresponde a 20% da quantidade de água economizada em 2016, em relação a 2015. Cada consumidor terá direito ao desconto apenas uma vez ao ano. De acordo com o diretor-financeiro da Caesb, Marcelo Teixeira, os resultados mostram que cerca de 80% dos moradores do DF reduziram o consumo no ano passado.


“Isso mostra que a população tá respondendo bem a essa necessidade economizar água pra que a gente possa levar esse período de seca de uma forma mais tranquila.”

 

Veja o calendário de concessão dos descontos:


Março de 2017: valores menores que R$ 9

234.993 consumidores

R$ 1.024.545,81 em devoluções

Abril de 2017: valores de R$ 9 a R$ 15

98.051 consumidores

R$ 1.150.274,56 em devoluções

Maio de 2017: valores de R$ 15 a R$ 22

60.694 consumidores

R$ 1.109.715,98 em devoluções

Junho de 2017: valores de R$ 22 a R$ 30

39.252 consumidores

R$ 1.007.351,91 em devoluções

Julho de 2017: valores de R$ 30 a R$ 42

30.864 consumidores

R$ 1.087.686,71 em devoluções

Agosto de 2017: valores de R$ 42 a R$ 60

20.772 consumidores

R$ 1.029.930,73 em devoluções

Setembro de 2017: valores de R$ 60 a R$ 100

14.727 consumidores

R$ 1.107.898,34 em devoluções

Outubro de 2017: valores de R$ 100 a R$ 220

7.815 consumidores

R$ 1.093.084,91 em devoluções

Novembro de 2017: valores de R$ 220 a R$ 600

3.059 consumidores

R$ 1.065.697,07 em devoluções

Dezembro de 2017: valores de R$ 600 a R$ 2 mil

1.049 consumidores

R$ 1.047.864,18 em devoluções

Janeiro de 2018: valores maiores que R$ 2 mil

261 consumidores

R$ 1.195.663,10 em devoluções

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS