compartilhar

QUESTIONAMENTO: Denúncia do SindSaúde recebe resposta, mas nenhuma prova foi apresentada. Dúvida permanece

Resposta duvidosa, afirma o SindSaúde

O subsecretário Ismael Alexandrino entrou em contato com a direção do portal do SindSaúde, e questionou a denúncia realizada pelo Sindicato na última terça-feira(28).

A matéria comprova que Alexandrino recebe insalubridade e descumpre o artigo 79 da lei 840/2011.

 

Embora não tenha apresentando nenhum documento que comprove, o Dr. Ismael afirmou que solicitou a retirada dessa gratificação há meses e agradeceu o portal para o alerta da irregularidade, através do aplicativo de mensagens WhatsApp.


Resultado de imagem para SEDE SINDSAUDE df“Acreditamos na ética e no compromisso do gestor com a nossa saúde. Agradecemos pela sua grandeza e humildade ao reconhecer a irregularidade. E não temos dúvidas da luta constante que enfrentam para manter a ordem em nosso serviço público”, salientou Marli Rodrigues, presidente do SindSaúde.


O sindicato lembra ainda que muitos servidores que trabalham nas áreas, sabidamente insalubres, como lavanderias, caldeiras, arquivos, farmácias e etc, perderam o adicional. Além disso, não há perspectiva de retorno, por intransigência do SESHMT da SES, na interpretação da Norma Técnica que regulamenta a matéria.


A sindicalista explicou ainda que o portal tem o dever de denunciar as irregularidades, garantir a informação pública e preservar a categoria de desgastes futuros.

Denúncia do SindSaúde recebe resposta, mas nenhuma prova foi apresentada. Dúvida permanece


“Depois a Polícia entra nos hospitais, prende médicos, servidores...Somos expostos o tempo todo. Esse portal cumpre o seu papel de defender toda a categoria desses assombros. Esse é o compromisso do nosso sindicato. E essa questão de insalubridade para “alguns” acontece todos os dias na rede pública de saúde do DF”, alegou Marli.


O portal aguarda a documentação que comprove o pedido de retirada do adicional de insalubridade do subsecretário e está à disposição para divulgar à categoria e população do DF a verdade necessária.

 

Fonte: *Via GamaLivre/Clipping

COMENTÁRIOS