compartilhar

CONTAS INATIVAS DO FGTS: Caixa antecipa para sábado início da 2ª fase de saques

Nesta segunda fase poderão sacar os nascidos em março, abril e maio. Ao todo, 7,7 milhões de trabalhadores têm direito a receber R$ 11,2 bilhões nesta fase.

A Caixa Econômica Federal antecipou, de segunda (10) para este sábado (8), o início da segunda rodada de saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).


De acordo com o presidente do banco, Gilberto Occhi, cerca de 2,3 milhões de trabalhadores vão receber os depóstios dos recursos a que têm direito diretamente em suas contas neste sábado.


Esses depósitos marcam o início da segunda fase de saques das contas inativas do FGTS. Nesta fase, podem retirar os recursos os nascidos em março, abril e maio. Ao todo, 7,7 milhões de trabalhadores poderão fazer saques nesta segunda fase. Eles têm direito a um total de R$ 11,2 bilhões.


A primeira fase aconteceu ao longo do mês de março, quando puderam sacar recursos de contas inativas os nascidos em janeiro e fevereiro. O programa está previsto para se encerar em julho e, até lá, cerca de R$ 35 bilhões devem ser sacados dessas contas inativas.

Agências estarão abertas neste sábado

 

Occhi informou que, além dos depósitos direto nas contas, 2,1 mil agências e 200 salas de atendimento (dentro de agências) também vão funcionar neste sábado (8) para atender aos trabalhadores.

Na primeira etapa do programa, que contou com saques de R$ 5,9 bilhões (3,7 milhões de titulares de contas inativas do FGTS), 1,8 mil agências foram abertas no fim de semana.


A Caixa informou ainda que os clientes poderão agendar DOC (transferências eletrônicas) para contas de outros bancos. Esses agendamentos poderão ser feitos para a segunda-feira (10) e os recursos estarão disponíveis na conta do outro banco na terça (11).

Os chamados TEDs, transferências eletrônicas que permitem que os recursos caiam no mesmo dia em contas de outros bancos, não estará disponível neste sábado (8), pois só pode ser feito em dia útil, informou a Caixa.


Além disso, na próxima segunda (10), terça (11) e quarta-feira (12), as agências da Caixa vão abrir às 8h da manhã, duas horas mais cedo na maior parte das cidades, também com o objetivo de ajudar os titulares de contas inativas do FGTS no processo de saques dos valores.


Como sacar?

 

 

  • Valores de até R$ 1.500 podem ser sacados no autoatendimento, mas para isso é preciso ter o Cartão Cidadão e senha.
  • Para valores até R$ 3 mil, o saque pode ser realizado com o Cartão do Cidadão e senha no autoatendimento, lotéricas e correspondentes Caixa.
  • Acima de R$ 3 mil, os saques devem ser feitos nas agências da Caixa.

 

Para facilidade no atendimento, os trabalhadores devem sempre ter em mãos o documento de identificação e Carteira de Trabalho, ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato. Para valores acima R$ 10 mil é obrigatória a apresentação de tais documentos.


Principais problemas

 

Segundo a Caixa, o principal problema no processo de saque das contas inativas do FGTS tem sido a ausência de registro da saída do trabalhador do seu emprego (que comprova que a conta é inativa) ou o não depósito dos valores nas contas pelos patrões.

No caso da falta do registro de saída do emprego, a Caixa informou que consegue resolver o problema. Entretanto, o trabalhador precisa levar ao banco a documentação necessária, mas há um prazo de 48 horas para o trabalhador poder efetuar o saque.


"Se o trabalhador tem toda comprovação da suas contas, tem o termo, a carteira profissional, mas eventualmente o empregador não fez o depósito, a orientação é que o trabalhador procure primeiro a empresa, o sindicato da sua categoria e a superintendência regional do trabalho", disse o presidente da Caixa, Gilberto Occhi.

O diretor-executivo de Fundos de Governo da instituição financeira, Valter Nunes, informou que houve "muito poucos" trabalhadores com demora no recebimento das contas inativas do FGTS por conta de "marcas" em suas contas, como, por exemplo, contas bloqueadas, ou que só tinha para fundos específicos. Mas acrescentou que o banco buscou resolver esses problemas para que não se repitam nessa segunda-fase do programa.

 

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS