compartilhar

AMIGO DO ARRUDA: Ato de nomeação de Domingos Lamoglia ao TCDF é anulado pelo TJDF por causa da "Pandora"

Desembargadores da 5ª Turma Cível confirmaram sentença de 2014. Ele é acusado de participar do esquema de propina da Caixa de Pandora

Em decisão unânime, nesta quarta-feira (19/4), os desembargadores da  5ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do DF (TJDF) mantiveram sentença que anulou os atos de indicação, aprovação, nomeação e posse de Domingos Lamoglia como conselheiro do Tribunal de Contas do DF.


Para a turma, a nomeação de Lamoglia feriu o requisito fundamental de idoneidade exigido para exercer o cargo. A decisão foi referente à ação popular julgada procedente em dezembro de 2014 pela 2ª Vara de Fazenda Pública do DF e, agora, confirmada em segunda instância.


Em um dos vídeos da Operação Caixa de Pandora, o ex-conselheiro foi flagrado recebendo dinheiro das mãos de Durval Barbosa, o delator do Mensalão do DEM.


 

Lamoglia, assessor do ex-governador José Roberto Arruda, foi nomeado no cargo de conselheiro do TCDF em 2009, após aprovação de seu nome pela Câmara Legislativa. A rapidez entre a sua indicação e a autorização dos distritais, menos de uma semana, chamou atenção.

Em 2015, ele renunciou ao cargo. A defesa de Lamoglia pediu perícia nas escutas relacionadas ao caso, solicitação não acatada pelos desembargadores, e também que fosse suspenso o julgamento até que a Justiça analisasse o envolvimento dele na Caixa de Pandora.

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS