compartilhar

TRACK CARE: Falha técnica restringe atendimentos em hospitais públicos do Plano Piloto e cidades-satélites

Segundo Secretaria de Saúde, uma queda no sistema Track Care obrigou a suspensão de serviços ambulatoriais nesta segunda-feira (8/5)

Pacientes que precisam de atendimento na rede pública de Saúde do Distrito Federal estão encontrando dificuldades nesta segunda-feira (8/5).

O problema, desta vez, é uma queda no sistema Track Care, que gerencia as informações de prontuário dos pacientes.

 

A falha restringe o atendimento de serviços ambulatoriais, conforme informou a Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

Segundo a pasta, os serviços ambulatoriais, como consultas e exames, que necessitam de dados dos pacientes incluídos no sistema informatizado, foram suspensos nesta segunda e deverão ser reagendados. Demais atendimentos, como pronto-socorro, seguem normalmente.

Resultado de imagem para trakcare df

Em nota, a secretaria afirma que a área de informática trabalha na solução do problema e a expectativa é de que o sistema volte a funcionar nesta terça (9).

 

Não é a primeira vez que a falha no sistema de informática prejudica o atendimento da rede pública de saúde. 

No dia 16 de janeiro deste ano, o Hospital Regional do Gama (HRG), houve lentidão no acolhimento de pacientes durante a manhã porque as guias de atendimento de emergência passaram a ser preenchidas manualmente.

Resultado de imagem para trakcare df

No dia 26 de janeiro deste ano , o sistema também ficou fora do ar, prejudicando o atendimento em 36 unidades de saúde da Grande Brasília. O Track Care é usado para abrir o prontuário dos pacientes que dão entrada em qualquer unidade de saúde, fazer a classificação de risco, emitir pedidos de exames para os laboratórios da rede, entre outras ações. Sem ele, servidores precisam improvisar para não prejudicar os atendimentos.

Aguarde mais informações.(*Por:João Gabriel Amador)

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS