compartilhar

IMPOSTO TERRITORIAL E PREDIAL: Carnê do IPTU chegará na semana que vem com aumento mínimo de 7,39 por cento

Menor percentual é o INPC e será aplicado a todos os imóveis tributáveis. Já quem aumentou a área construída terá reajuste bem mais salgado

Os donos de imóveis no Distrito Federal que tiverem ampliado as propriedades receberão o carnê do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) com um reajuste salgado a partir da próxima semana.

 

A depender da reforma, o aumento do valor do imposto pode variar até mais que o dobro do cobrado em 2016 — vai depender do volume de área construída identificada, não declarada ao Fisco até a captação das imagens.

 

A Secretaria da Fazenda disse que o aumento médio do IPTU nas propriedades onde foram constatadas ampliações ficará, em média, 40%.

Os percentuais já incluem o acumulado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) aferido em dezembro de 2016, de 7,39%. Essa porcentagem será aplicada ao IPTU de todos os 944 mil imóveis tributáveis da Grande Brasília.

Para verificar quem aumentou a área de casas e residências, o GDF começou a usar imagens aéreas em 2016, conforme o Metropoles antecipou.

 

O levantamento começou no primeiro semestre e o resultado virá agora: o governo espera aumentar a arrecadação em R$ 140 milhões na comparação com o ano passado. Em 2017, a expectativa é que ultrapasse os R$ 900 milhões.


“Não estamos falando de aumento de alíquota. O que está gerando o aumento é a casa do contribuinte, o que foi construído.” - Wilson de Paula, secretário adjunto da Secretaria de Estado de Fazenda do GDF.

As medições foram viabilizadas por meio de uma parceria entre a Secretaria de Fazenda do GDF, a Companhia de Desenvolvimento Habitacional do GDF (Codhab) e a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap).
O trabalho começou nas regiões administrativas da Granja do Torto, do Varjão, do Paranoá e do Lago Norte. Dos 10.890 imóveis verificados nesses locais, 10.447 vão ter o tributo reajustado, pois foi verificado aumento nas edificações. Os percentuais de até 300% se aplicam às regiões compreendidas na Área 1.

 

57 mil novas piscinas
Resultado de imagem para LAGO SUL DFTodas as regiões da Grande Brasília foram mapeadas e divididas em nove áreas.

Em Águas Claras, Arniqueiras, Guará e Vicente Pires, que compreendem a Área 4, foi verificada a existência de 57 mil piscinas que não constavam do cálculo anterior do IPTU. Os valores serão reajustados devido a essas novas construções.

“Temos observado discrepâncias enormes. É muito fácil visualizar casas originais e ao lado uma com três pavimentos. Não é um aumento de tributos e, sim, uma questão de justiça”, diz Wilson de Paula.

O cálculo do IPTU leva em consideração a região onde está a propriedade, o tamanho do terreno e a área edificada. Quem não concordar com a medição pode procurar a Secretaria de Fazenda via atendimento virtual. O montante arrecadado pode ser investido em pagamento de salário a servidores, pavimentação de ruas e reformas de equipamentos públicos.(*Por:Ian Ferraz)

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS