compartilhar

BADERNAÇO: Manifestante ferido a bala nos protestos de 4a. feira fará reconstituição maxilar

BALA ESTÁ ALOJADA ENTRE MAXILAR E NUCA, E NÃO ATINGIU FARINGE

Ferido no rosto por um disparo de arma de fogo durante o protesto que virou badernaço, quarta-feira (24), em Brasília, o aposentado Carlos Geovani Quirino passará por uma cirurgia de reconstituição do maxilar.

 

Segundo o filho dele, o segurança Geovanni Luiz Quirino, o pai está sendo mantido em coma induzido e respira com a ajuda de aparelhos.


Depois de quase três dias sem informações detalhadas sobre o estado de saúde do pai, a família recebeu hoje (27) um relatório completo dos médicos que acompanham o pai no Hospital de Base, onde o aposentado está internado. Eles receberam a confirmação de que o projétil não atingiu a faringe nem a coluna cervical.


“Apesar da situação dele, o bom é que fomos informados sobre a parte clínica. Tivemos uma boa resposta. Saímos de lá mais tranquilos. Estávamos aflitos com a falta de informações”, disse Quirino, que veio de Belo Horizonte com um irmão e uma prima para acompanhar a situação do pai.


Segundo Quirino, os médicos informaram que o pai foi atingido no lado direito do rosto por um projétil que está alojado entre o maxilar e a nuca. Inicialmente, segundo ele, a bala não será retirada. De acordo com ele, o relatório repassado à família hoje pelo Hospital de Base será enviado a médicos na capital mineira para analisar a possibilidade de transferência do pai. “Lá, ele vai estar mais próximo da família”, explicou.

Ao todo, 49 pessoas, entre policiais e manifestantes, receberam atendimento médico. Quatro precisaram ser internadas, entre elas um estudante de 21 anos que perdeu três dedos da mão direita ao lançar um artefato em direção a um policial.

 

Fonte: *Via Diário do Poder/Clipping

COMENTÁRIOS