compartilhar

INVESTIGAÇÃO: Agnelo e Filippelli teriam recebido R$ 8 milhões por obras do BR Sul

PROPINA FOI NEGOCIADA PARA QUE ANDRADE GUTIERREZ TOCASSE A OBRA

A lista de obras que renderam propina ao ex-governador Agnelo Queiroz (PT) e vice Tadeu Filippelli (PMDB) não para de aumentar.

 

Segundo delação do ex-executivo da empreiteira Andrade Gutierrez Rodrigo Lopes, os dois teriam recebido R$ 8 milhões em propina para que a empresa tocasse as obras do BRT Sul.

 

Agnelo e Felippelli teriam procurado a Andrade Gutierrez em 2010, durante a campanha eleitoral.

 

A cada turno da campanha, a empreiteira repassou R$ 500 mil para cada um por meio de doações oficiais, simulação de contratos de prestação de serviço e propina.

Para Lopes, as outras duas empresas que fizeram parte das obras do BRT – a Via Engenharia e a OAS – também teriam pagado os mesmos valores aos dois.

 

Fonte: *Via Diário do Poder/Clipping

COMENTÁRIOS