compartilhar

OUTRO SOLTO: Justiça Federal autoriza ex-governador Arruda a deixar carceragem da DPE

Ex-governador do Distrito Federal estava detido desde o dia 23; dos dez presos, seis já conseguiram soltura. TRF deve analisar os outros casos ainda nesta quarta.

O ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR) conseguiu habeas corpus, no fim da tarde desta quarta-feira (31), para deixar a carceragem da Polícia Civil.

 

O político está detido desde o dia 23, em Brasília, por suspeita de fraudes na construção do estádio Mané Garrincha.

A informação foi confirmada ao G1 pelo advogado do ex-governador, Paulo Emilio Catta Preta.

 

Segundo ele, apesar do horário, a expectativa da defesa era de que Arruda deixasse a carceragem do Departamento de Polícia Especializada ainda nesta quarta.

Com a decisão do desembargador federal Néviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, seis dos dez detidos na operação Panatenaico já tinham recebido a "soltura" até as 18h30. Os outros quatro casos devem ser analisados ainda nesta quarta, pelo mesmo desembargador.


Além de Arruda, foram aceitos os pedidos do ex-governador Agnelo Queiroz (PT), do ex-chefe de gabinete dele Claudio Monteiro (PT), do dono da Via Engenharia Fernando Queiroz, da ex-presidente da Terracap Maruska Lima de Souza e do ex-presidente da Novacap Nilson Martorelli.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS