compartilhar

INVESTIMENTOS: CAESB destina parte da tarifa de contingência para obra no Reservatório do Descoberto

TAXA TAMBÉM IRÁ PARA CAMPANHAS EDUCATIVAS E MELHORIAS EM ESTAÇÃO DE TRATAMENTO

PARTE DO VALOR ARRECADADO COM TAXA DE CONTINGÊNCIA SERÁ USADO EM OBRA QUE PERMITE A UTILIZAÇÃO DO VOLUME MORTO DO RESERVATÓRIO DO DESCOBERTO


A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) definiu como usará parte do recurso arrecadado com a tarifa de contingência, cobrada entre outubro de 2016 e junho de 2017.

Com a taxa, a companhia arrecadou R$ 41 milhões, até abril deste ano.


 

Do total, R$ 9,3 milhões serão usados para a obra que permite a utilização do volume morto do Reservatório do Descoberto. Já para adaptar a Estação de Tratamento de Água (ETA) – com a compra de novas bombas, aumento da quantidade de tubulações e reforço do quadro elétrico da estação –, a Caesb irá gastar R$ 15, 6 milhões.


Outros R$ 2,7 milhões vão ser destinados para a realização de campanhas sobre uso racional de água.

O restante da montante será usado de acordo com novas demandas. As intervenções propostas dependem de aprovação da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa).

 

COMENTÁRIOS