compartilhar

OS GRITOS DE RR: Em dia de fúria contra os sindicatos da saúde, Rollemberg defende o Instituto Hospital de Base

“Os dirigentes sindicais, que estão nadando em dinheiro, não têm compromisso com a população"

Diante da ofensiva dos sindicatos da saúde contra o projeto que cria o Instituto Hospital de Base, o governador Rodrigo Rollemberg também partiu para o ataque.

Ontem, durante uma cerimônia de entrega de escrituras em Ceilândia, ele fez um dos discursos mais duros de sua gestão e disparou contra os dirigentes sindicais da área.

 

“Se está faltando médico nos hospitais, vejam quanto ganha o presidente do Sindicato dos Médicos (Gutemberg Fialho), sem trabalhar. Na rede privada, ele trabalha, mas na rede pública ele não trabalha. São essas pessoas que estão impedindo o governo de melhorar a saúde”, acusou Rollemberg.

 

“Nadando em dinheiro”

 O governador disse ainda que os representantes dos sindicatos da saúde estão mais preocupados com questões corporativas do que com o atendimento ao público.

“Eu nunca fui procurado por um sindicato da saúde para falar de temas de interesse da população, de como ampliar a atenção primária, de como melhorar urgência e emergência, eles só querem saber se vai acabar com o ponto eletrônico, se vai reduzir a jornada de trabalho”, garantiu, aos gritos, Rollemberg.

 

“Os dirigentes sindicais, que estão nadando em dinheiro, não têm compromisso com a população. Sabe por que não querem que a gente crie o Instituto Hospital de Base? Porque não sobrevivem se a saúde estiver boa, eles só sobrevivem no caos”. 

Em dia de fúria contra os sindicatos da saúde, Rollemberg defende o Instituto Hospital de Base

 

Fonte: *Via CB/Clipping

COMENTÁRIOS