compartilhar

COMBUSTÍVEIS: Gasolina já pode ser encontra a R$ 3 no SIA, SOF Norte, Guará e Taguatinga

Após quase 2 anos da ação da Polícia Federal contra o

 POSTO em Taguatinga, atrás da Feira dos Goianos

Os consumidores não têm do que reclamar. Na guerra de preços travada entre os postos de combustíveis, são eles os maiores ganhadores. O litro da gasolina já está sendo vendido abaixo de R$ 3 em estabelecimentos de Taguatinga.

 

Em um posto próximo à Feira dos Goianos, o litro da gasolina é ofertado por R$ 2,99. Na entrada do Pistão Sul, é possível encontrar o combustível por R$ 3 o litro. Se o cliente estiver no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), pode abastecer por R$ 3,08. No Guará 1, o litro do combustível está saindo por R$ 3,09.

A imagem pode conter: céu, nuvem e atividades ao ar livre

  POSTO SIA, começo do Trecho 1, próximo EPTG

Segundo os especialistas, demorou, mas os postos estão repassando, quase que integralmente, as reduções de preços promovidas pela Petrobras nas refinarias. Antes dessa guerra entre os postos, os empresários embolsavam a diferença para engordar os lucros.

 


A imagem pode conter: céu, nuvem e atividades ao ar livre

 POSTO SIA, final do Trecho 1, próximo viaduto

 

 

Um dos motivos que está levando os postos a favorecerem os consumidores é o elevado volume de estoques de combustíveis. Como a demanda está fraca, é melhor reduzir a margem de lucro do que ficar com a mercadoria encalhada. É a lei de mercado.

 

Governo comemora

 

O consumo fraco decorre do elevado nível de endividamento das famílias. No entender dos especialistas, as famílias estão cortando tudo o que podem, e combustíveis não são prioridade. As pessoas preferem manter os carros na garagem e utilizar transporte público. É bem mais barato.

A imagem pode conter: atividades ao ar livre

  POSTO SOF Norte, ao lado da EPIA, próximo "Água Mineral"


 

 

Quem também está comemorando a queda dos preços dos combustíveis na bomba é o governo. Por uma razão simples: isso ajuda muito no controle da inflação. A queda do preço da gasolina está sendo tão forte, que a capital do país vem registrando deflação, ou seja, queda média de todos os preços.

 

Pelas projeções médias do mercado, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de junho terá queda de 0,07%. As instituições que mais acertam as pesquisas de preços do Banco Central, os Top Five, apostam em retração de 0,16%. Pelos cálculos da Fundação Getulio Vargas (FGV), a deflação em junho está em 0,24%.

 

Os especialistas recomendam, porém, cuidado na hora de abastecer. Preços baixos demais podem significar gasolina “batizada”. Portanto, pesquise bem o histórico dos postos, pois o barato pode sair caro demais se os carros derem defeitos.

 

Fonte: *Por:Hamilton Ferrari/BlogdoVicente/Clipping

COMENTÁRIOS