compartilhar

OPERAÇÃO FIREWALL: Cristiano Araújo e Gim Argello são denunciados por desvio em Fundação

ESQUEMA TERIA DESVIADO MAIS DE R$ 30 MILHÕES DE PROGRAMA DE SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

O Ministério Público do Distrito Federal (MPDF) denunciou o deputado distrital Cristiano Araújo (PSD) e o ex-senador Gim Argello (este, preso em Curitiba e condenado a 19 anos), denúncia esta atual por improbidade administrativa.

 

Os dois são acusados de desviar dinheiro da Fundação de Apoio à Pesquisa (FAP-DF). O montante chegaria a mais de R$ 30 milhões.


 

O distrital, ex-senador e mais 29 pessoas são alvos de investigações, conduzidas no âmbito da Operação Firewall, por desvio de dinheiro do "Programa DF Digital", da Secretaria de Ciência e Tecnologia. 

Resultado de imagem para cristiano araujo df


De acordo com a denúncia, durante a gestão de Cristiano Araújo na pasta, a FAP lançou edital para selecionar pesquisadores, que receberiam entre R$ 2,5 mil e R$ 6 mil caso fossem selecionados.


A finalidade era preparar empresários para negócios relacionados à Copa do Mundo de 2014.


Com concorrência fechada, os vencedores seriam escolhidos por políticos aliados. Os selecionados, no entanto, receberam sem fazer as pesquisas propostas.


Segundo a denúncia, Gim Argello (abaixo) foi denunciado por influenciar Renato Caiado de Rezende, seu indicado para o cargo de diretor da FAP, a participar da ilicitude.

Resultado de imagem para gim argello preso

 

As informações foram adquiridas por meio de escutas telefônicas realizadas ao longo da investigação.

 

Estavam envolvidos também Gustavo Brum, então subsecretário de Ciência e Tecnologia.

Se forem condenados, os envolvidos terão que pagar 100 salários recebidos em cargos públicos, além de terem os direitos políticos suspensos por cinco anos.

 

Fonte: *Via Diário do Poder/Clipping

COMENTÁRIOS