compartilhar

CINE BRASÍLIA: Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional homenageia Villa-Lobos em julho, GRATUITAMENTE

Compositor brasileiro completaria 130 anos em 2017. Nova temporada dos músicos inicia na próxima terça; programação é gratuita e acontece ao longo do mês.

Três concertos integram a programação da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santoro durante o mês de julho.

 

Os músicos sobem ao palco do Cine Brasília (106/107 Sul) na próxima terça-feira (4) e ao longo das próximas duas semanas do mês.

A entrada é gratuita. A capacidade do local é de 620 lugares.

O destaque da temporada será durante a última apresentação do mês, no próximo dia 18, quando os músicos vão homenagear os 130 anos de nascimento do compositor e maestro brasileiro, Heitor Villa-Lobos (1887-1959).


Sob a regência do maestro titular, Cláudio Cohen, e a participação do solista Álvaro Henrique, a orquestra fará referência ao artista brasileiro por meio das obras "Choros nº 1", "Bachianas Brasileiras nº 4 e 7" e "Concerto para Violão e Orquestra".

Villa-Lobos nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e é reconhecido como um dos principais compositores clássicos brasileiros. Sua obra é marcada pela regionalidade e traz elementos de canções populares e indígenas.


As características podem ser percebidas na obra "Uirapuru", que retrata a natureza, e na icônica série "Bachianas Brasileiras", formada por nove peças nas quais estão composições como "Trenzinho do Caipira" e "Canto da Nossa Terra".

Brasil - Portugal

 

Na próxima terça (4), os músicos da orquestra celebram novamente a cooperação entre Brasil e Portugal com o Ciclo Música Sinfônica Portuguesa.

Sob regência do maestro português convidado, Cesário Costa, o grupo toca obras de Joly Braga Santos, Frederico de Freitas, Vianna da Motta, Francisco de Lacerda e Luís de Freitas Branco.


Em 11 de julho, os músicos dão sequência à série de concertos em homenagem aos 190 anos da morte de Ludwig van Beethoven. Serão executadas as obras "A Consagração da Casa", "Sinfonia nº 7 em Lá Maior", "Concerto para Piano" e "Orquestra nº 2", onde sola a pianista Ligia Moreno. A regência será do maestro Cláudio Cohen.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS