compartilhar

VÃO PARAR DE NOVO: Greve dos rodoviários está marcada para a próxima segunda-feira

CATEGORIA EXIGE REAJUSTE SALARIAL DE 8%; EMPRESAS OFERECEM 3,9%

Com redução nas horas de trabalho desde esta segunda (3), os rodoviários anunciaram que a assembleia geral da categoria decidiu pela realização de greve a partir da próxima segunda (10).

A reivindicação é de reajustes salariais das empresas Pioneira, Marechal, Piracicabana e São José.


 

As empresas propuseram reajuste de 3,9%, percentual que equivale ao INPC de abril deste ano, que vão refletir no ticket refeição e alimentação, cesta básica, plano de saúde e odontológico.

No entanto, o sindicato rejeitou a proposta e exigem aumento de 8%.

Dia parado

O Sindicato dos Rodoviários e as empresas Piracicabana, Marechal, Urbe, Pioneira e São José fecharam acordo sobre o dia parado na greve geral da última sexta (30).

Os funcionários terão que repor o dia não trabalhado com horas extras, com direito a receber adicional de 50% sobre essas horas. 

A São José realizou audiência em separado e decidiu que seus funcionários poderão repor o dia de greve geral também em feriados, sem pagamento adicional de 50% neste caso.


Os rodoviários que tiverem horas no banco poderão ter desconto realizado sobre esse banco de horas. Os funcionários têm 120 dias para repor as horas não trabalhadas. A sexta não trabalhada não será computada como falta e não haverá desconto do ticket alimentação/refeição.

 

Fonte: *Via Diário do Poder/Clipping

COMENTÁRIOS