compartilhar

IMUNIZAÇÃO POLIVALENTE: Vacina básica para bebês está em falta há um mês na rede pública de Brasília

Desde o início de junho, os estoques da vacina pentavalente começaram a acabar nas unidades públicas de saúde do Distrito Federal.

 

O medicamento protege crianças contra o tétano, difteria, coqueluche, hepatite B e Haemophilus Influenzae tipo B.

 

A Secretaria de Saúde estima que até o final desta semana o estoque será resposto.

 

A falta da vacina ocorre também nas clínicas particulares da capital federal.Vacina básica para bebês está em falta há um mês

A responsabilidade de distribuir o medicamento é do Ministério da Saúde. De acordo com o órgão federal, 4.560 doses já foram enviadas para o Distrito Federal.

O número é suficiente para manter a vacinação por 15 dias. Uma nova distribuição será feita depois, mas sem data.

A recomendação do órgão é de que a SES faça o agendamento dos pacientes.

 

A vacina pentavalente faz parte do calendário básico de vacinação. A imunização consiste em três doses aplicadas em bebês aos dois, quatro e seis meses.

 

Segundo o Ministério da Saúde o GDF recebeu 37,1 mil doses de janeiro a abril deste ano.

 

HPV

O Ministério da Saúde é responsável também pela distribuição das vacinas contra o HPV, que contam com 10 mil doses em estoques no GDF, com vencimento para setembro. Houve aumento no número de vacinas devido à ampliação do público-alvo - antes eram adolescentes até os 13 anos e agora também meninos entre 11 e 14 anos e meninas de 9 a 15 anos. Segundo a Secretaria de Saúde, pode ser preciso mais lotes, já que 8 mil pessoas aguardam a segunda aplicação.

 

COMENTÁRIOS