Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

"MANGUACEIROS DISTRITAIS": Número de brasilienses flagrados dirigindo após beber aumenta 65,5 por cento

No primeiro semestre deste ano, 12.017 condutores foram autuados por alcoolemia, uma média de 66 por dia

A Lei Seca completou nove anos no mês passado, mas o brasiliense insiste em dirigir após ingerir bebida alcoólica.

Balanço do Departamento de Trânsito (Detran-DF) revela que no primeiro semestre deste ano, 12.017 condutores foram autuados por alcoolemia, uma média de 66 por dia, crescimento de 65,5% em relação aos registros do mesmo período de 2016: 7.258.


Para o órgão, o aumento nos registros é justificado pela ampliação da fiscalização.
Foram 884 nos primeiros seis meses de 2016 contra 992 este ano.

 

Embora os casos de alcoolemia tenham aumentado, o número de prisões, quando o bafômetro aponta acima de 0,33 miligramas de álcool por litro de ar alveolar expirado, teve queda.

Passou de 1.019 de janeiro a junho de 2016 para 874 no mesmo período de 2017.

Reprodução/Detran-DF
REPRODUÇÃO/DETRAN-DF

 De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, dirigir sob a influência de álcool é infração gravíssima, com multa no valor de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir. Caso ocorra a reincidência no período de até 12 meses, isso acarreta multa em dobro, ou seja, R$ 5.869,40.

Divulgação/Detran-DF

 

Fonte: *Por:Maria Eugênia/Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS