compartilhar

SOB NOVA DIREÇÃO: GDF seleciona instituições que vão administrar 49 creches públicas

Seleção foi realizada por meio de chamamento público; ao todo 14 instituições ficarão responsáveis por 17 mil crianças. Governo recomenda manter quadro profissional em caso de troca de gestão.

O governo do Distrito Federal selecionou 14 instituições que vão administrar os Centros de Educação da Primeira Infância (Cepis) da capital federal e cidades-satélites.

O governador, Rodrigo Rollemberg, anunciou as escolhas nesta terça-feira (11) em reunião com secretários.

Ao todo, serão atendidas 49 creches que cuidam de 17.700 crianças.


A seleção foi feita por meio de convocação pública com base na lei distrital nº 13.019/2014, que trata das parcerias entre a administração pública e organizações da sociedade civil.

 

Como o último contrato do GDF com as gestoras dos Cepis está para vencer, a Secretaria de Educação abriu o procedimento para que outras instituições interessadas pudessem concorrer.


Segundo a pasta, a seleção levou em consideração critérios definidos entre as próprias concorrentes e o governo, que classificou as instituições com base em pontos. No entanto, o representante da Cruz de Malta, que administra cinco creches, Frei Vicente, questiona o processo.

Imagem relacionada

Segundo ele, as instituições que já tem parceria com o GDF deveriam receber pontuação a mais que aquelas que acabaram de se candidatar, porque têm maior proximidade com as crianças de que cuidam.

"A meu ver [o governo] deixa de incluir um pré-requisito básico que é a segurança afetiva das crianças, a partir da equipe pedagógica que há dois, três anos já está trabalhando com essas crianças."

Segundo a pasta, a seleção levou em consideração critérios definidos entre as próprias concorrentes e o governo, que classificou as instituições com base em pontos. No entanto, o representante da Cruz de Malta, que administra cinco creches, Frei Vicente, questiona o processo.

Resultado de imagem para s Centros de Educação da Primeira Infância (Cepis) d DF

Segundo ele, as instituições que já tem parceria com o GDF deveriam receber pontuação a mais que aquelas que acabaram de se candidatar, porque têm maior proximidade com as crianças de que cuidam.

"A meu ver [o governo] deixa de incluir um pré-requisito básico que é a segurança afetiva das crianças, a partir da equipe pedagógica que há dois, três anos já está trabalhando com essas crianças."

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS