compartilhar

COISA ESTRANHA: Secretaria de Saúde investiga receitas em nome de Lula, Maluf e Eliza Samudio

Pedidos de medicamento analgésico controlado chegaram à farmácia do Hospital Regional de Ceilândia e chamaram a atenção

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal abriu sindicância para apurar a emissão de receitas do analgésico dextrocetamina para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), o ex-ministro José Dirceu e até para a falecida Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno, morta em Belo Horizonte.

 

Os pedidos foram entregues à farmácia do Hospital Regional de Ceilândia (HRC).

A substância induz um estado de transe, proporcionando alívio da dor, sedação e perda de memória. 

Ela é utilizada até mesmo em animais. O medicamento é utilizado no centro cirúrgico para procedimentos anestésicos.

Rafaela Felicciano/Metrópoles

As receitas foram assinadas pelo médico residente Eduardo Vilela B. dos Santos. Ao Metrópoles, a secretaria garantiu que nenhum medicamento chegou a ser entregue e o estoque atual do produto no HRC é de 84 unidades.


“O profissional existe, e seu carimbo não é falso, assim como não eram falsas as receitas. Ele emitiu dez receitas. Seis com a prescrição correta do nome do paciente. Por razões que estão sendo investigadas, irregularmente apontou nomes fictícios em quatro receitas”, explicou a pasta em nota. A reportagem tenta contato com o médico e com o Conselho Regional de Medicina (CRM).

Veja as receitas emitidas:

 

Fonte: *Por:Maria Eugênia/Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS