compartilhar

DE OLHO NO CARTEL: Procon faz blitz nos postos do Plano Piloto e cidades-satélites para checar preços abusivos

Todas as localidades do Distrito Federal serão visitadas pelos técnicos do Instituto de Defesa do Consumidor. Balanço parcial sai na quarta (2)

O Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF) começou, nesta segunda-feira (31/7), a vistoria nos postos de combustíveis da capital do país.

A finalidade é fiscalizar os aumentos de preços aplicados nas bombas após o reajuste de PIS/Cofins sobre o custo do álcool, da gasolina e do óleo diesel.Michael Melo/Metrópoles

Durante a vistoria, o Procon vai pedir notas fiscais de compra e venda dos combustíveis para checar se houve aumento abusivo. Na quarta-feira (2), o órgão  promete divulgar um balanço parcial da blitz.


“Os postos não podem se aproveitar de uma elevação de impostos para aumentar sua margem de lucro e enganar o consumidor. Isso é ilegal”, alerta a diretora do Procon, Ivone Machado. 

A operação será feita por amostragem e vai alcançar todas as cidades-satélites. O trabalho será encerrado na sexta.

Na tentativa de equilibrar as contas públicas, o governo federal aumentou a tributação. O acréscimo era para ter sido da ordem de R$ 0,41 sobre o litro da gasolina, mas, no Distrito Federal, é possível ver postos cobrando até R$ 1,05 a mais.

 

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS