compartilhar

FESTIVAL DE BRASÍLIA: Divulgados os filmes que concorrem ao Troféu Câmara Legislativa

Produções locais vão disputar prêmios que, somados, chegam a R$ 240 mil. São 4 longas e 13 curtas-metragens exibidos entre 18 e 22 de agosto na Mostra Brasília.

Os filmes que vão concorrer na Mostra Brasília do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro foram anunciados nesta terça-feira (8).

Ao todo, são 17 produções documentais ou de ficção assinadas por cineastas do Distrito Federal. As sessões vão ocorrer entre os dias 18 e 22 de agosto.


Na categoria de longas-metragens, foram quatro produções selecionadas. Já na categoria de curtas, competem 13 filmes (veja lista abaixo).

 

Segundo os organizadores, a finalidade da mostra – criada em 1996 – é valorizar a variedade de temas, gêneros e narrativas da produção audiovisual no Distrito Federal.

 

Premiação

 

O 22º Troféu Câmara Legislativa vai oferecer R$ 100 mil para o longa-metragem mais votado pelo júri técnico e R$ 30 mil para o curta.

 

De acordo com os organizadores da mostra, os jurados devem avaliar aspectos técnicos, estéticos e de linguagem audiovisual.

O voto popular também vai render prêmios. O longa mais bem avaliado pelos espectadores receberá R$ 40 mil da Câmara Distrital e mais R$ 100 mil do Prêmio Petrobras de Cinema, para investimentos em distribuição. (Veja lista de prêmios abaixo).


A votação popular será realizada sempre ao final das sessões em totens espalhados pelo Cine Brasília ou por meio de um aplicativo para celulares, que será divulgado durante o evento.


As empresas de audiovisual CiaRio e Naymar também vão premiar os filmes mais bem cotados pelo público durante a Mostra Brasília. O melhor longa e o melhor curta vão ganhar R$ 20 mil e R$ 8 mil, respectivamente, em locação de equipamentos de iluminação, acessórios e máquinas.

 

Longas

 

 

  • "Um domingo de 53 horas", de Cristiano Vieira (documentário, 93min)
  • "O fantástico patinho feio", de Denilson Félix (documentário, 74min10s)
  • "Jeitosinha", de Johil de Carvalho e Sérgio Lacerda (ficção, 90min)
  • "Menina de barro", de Vinícius Machado (ficção, 115min43s)

 

 

Curtas

 

 

  • "1x1", de Ramon Abreu (ficção, 19min)
  • "Afronte", de Marcus Azevedo e Bruno Victor (documentário, 15min46s)
  • "Carneiro de ouro", de Dácia Ibiapina (documentário, 25min)
  • "O céu dos teus olhos", de Danilo Borges e Diego Borges (ficção, 16min57s
  • "Damrõze Akwe – amor e resistência", de Guilherme Cavalli (documentário, 21min39s
  • "Habilitado para morrer", de Rafael Stadniki (ficção,18min41s)
  • "A inviolável leveza do ser", de Júlia Zakarewicz (ficção,1min50s)
  • "A margem do universo", de Tiago Esmeraldo (ficção,18min22s)
  • "O menino leão e a menina coruja", de Renan Montenegro (ficção, 16min05s)
  • "Tekoha – som da terra", de Rodrigo Arajeju e Valdelice Veron (documentário, 20min)
  • "UrSortudo", de Januário Jr (ficção, 15min)
  • "O vídeo de 6 faces", de Maurício Chades (ficção, 19min54s)
  • "Vilão", de Webson Dias (documentário, 19min19s)

 

 

Prêmios júri oficial

 

 

  • Melhor longa-metragem: R$ 100 mil
  • Melhor curta-metragem: R$ 30 mil
  • Melhor direção: R$ 12 mil
  • Melhor ator: R$ 6 mil
  • Melhor atriz: R$ 6 mil
  • Melhor roteiro: R$ 6 mil
  • Melhor fotografia: R$ 6 mil
  • Melhor montagem: R$ 6 mil
  • Melhor direção de arte: R$ 6 mil
  • Melhor edição de som: R$ 6 mil
  • Melhor trilha sonora: R$ 6 mil

 

 

Prêmios do júri popular

 

 

  • Melhor longa-metragem: R$ 40 mil
  • Melhor curta-metragem: R$ 10 mil

 

 

Prêmios adicionais

 

 

  • R$ 100 mil da Petrobrás para o melhor longa escolhido pelo júri popular
  • R$ 20 mil da CiaRio para o melhor longa escolhido pelo júri popular
  • R$ 8 mil da CiaRio ao melhor curta escolhido pelo júri popular

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS