Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

FÉ NO CARNAVAL: Rebanhão dos católicos e encontro de evangélicos durante a folia

Mais uma vez, serviram de alternativa para quem quis curtir os dias de alegria usando a fé como comissão de frente

Neste último dia de carnaval, os brasilienses que pretendem curtir uma balada diferente ainda têm opções para renovar a espiritualidade antes de voltar à rotina.


Os braços estão erguidos, também se escutam lê lê lês e iô iô iôs e a euforia é tão evidente quanto a que embala os foliões atrás do trio elétrico: o carnaval de quem aproveita os dias de folga vencendo as tentações a abraçando a fé guarda semelhanças com a farra que toma conta das ruas do país até a Quarta-Feira de Cinzas.


Católicos

O Rebanhão, tradicional carnaval católico de Brasília, chegou este ano à 30ª edição, com tema definido: “Vê a alegria que te vem de Deus”. Foi um esquenta para a Quaresma, tempo em que os católicos são convidados a vestir o abadá da penitência à espera da festa da Páscoa.


As pregações, as orações evulsivas e as músicas em ritmo acelerado encheram o Ginásio Nilson Nelson mais do que muitos eventos esportivos da cidade.


A versão infantil do bloco dos católicos garantiu a diversão da criançada, conduzidas por marchinhas de Jesus e da Mãezinha do Céu.


No circuito de Taguatinga, na UCB (Universidade Católica de Brasília), o carnaval religioso reuniu três mil fiéis foliões no Renascer Brasília, cuja programação durou, ao todo, 30 horas: sem uma gota de álcool à venda, mas muita promessa de alegria gratuita. Quem puxa o bloco é a comunidade católica Shalom.


Quem optou por uma festa mais reservada fugiu da pipoca e encarou um acampamento com gincanas espirituais, organizado pela chamada Equipe de Nossa Senhora Aparecida da Arquidiocese de Brasília, agremiação que celebrou 25 anos em 2016.


Evangélicos

De camiseta laranja, rostos pintados e uma cruz na mão, milhares de jovens evangélicos tiraram o pé do chão na sede da igreja Sara Nossa Terra, no Sudoeste. Isolados da zueira que vinha das ruas, os foliões de Cristo escutaram sermões como o que dizia “ou você escolhe as coisas do mundo ou escolhe as coisas de Deus”. Ali dentro, a pegação e a bebedeira estavam exorcizadas.

No Pavilhão de Exposições do Parque da Cidade, o que embalava a turma era a expectativa de que “Jesus breve voltará”. Tudo pôde ser acompanhado ao vivo pela internet. Na praça de alimentação, água, suco e refrigerante ajudaram a segurar o pique no bloco da Assembleia de Deus.

Todos esses eventos seguem até o fim da tarde desta terça-feira (9), com entrada franca.

 

Fonte: *Fatoonline - clipping

COMENTÁRIOS