compartilhar

MUTIRÃO DE LIMPEZA: Programa "Cidades Limpas" retira veículos abandonados em Águas Claras

Serviços do programa ficará na região até o final da próxima semana na localidade

Como parte das ações do programa "Cidades Limpas" em Águas Claras, teve início nesta quarta-feira (16) a retirada de veículos, carcaças e reboques abandonadosnas ruas daquela localidade.

A previsão era que os trabalhos começassem pelos arredores da estação de metrô Concessionárias.

 

Lá, diversos veículos estavam em vagas públicas rotativas, que poderiam ser ocupadas por motoristas que utilizam o sistema como forma de integração no transporte.

No entanto, os planos foram alterados logo que as autoridades constataram que os proprietários dos veículos atenderam às notificações feitas pelo poder público e retiraram os automóveis.


De acordo com a Secretaria das Cidades, foram feitas cerca de 130 notificações. “Em Águas Claras, no mínimo 60% dos carros notificados já foram retirados das ruas voluntariamente, o que significa dizer que a notificação está sendo respeitada”, avaliou o subsecretário de Desenvolvimento Regional e Operação nas Cidades, Manoel Alexandre.Como parte das ações do programa Cidades Limpas em Águas Claras, teve início nesta quarta-feira (16) a retirada de veículos, carcaças e reboques abandonados nas ruas da região administrativa.

“Imagine o que é uma cidade como Águas Claras com essa quantidade de carros abandonados. Isso incomoda muito a população, além de ser uma questão ligada à segurança e à saúde”, completou.


Como parte das ações do programa Cidades Limpas em Águas Claras, teve início nesta quarta-feira (16) a retirada de veículos, carcaças e reboques abandonados nas ruas

O bancário Daniel Arraes, de 40 anos, acompanhava a retirada de veículos abandonados em frente ao prédio onde mora, na Rua 24 Norte.

“Estacionamento já é escasso em Águas Claras, com esses carros abandonados fica mais complicado ainda receber uma visita”, ressaltou.

Próximo ao edifício, enquanto ocorriam as retiradas, outra equipe podava as árvores.
Próximo ao edifício, enquanto ocorriam as retiradas, outra equipe podava as árvores.

A opinião do síndico do prédio, Álvaro Macedo, de 60 anos, é semelhante: “São carros velhos, parados na rua ocupando lugar de outros que poderiam entrar e sair”, disse ele, que também avaliou positivamente as ações de limpeza na região. Próximo ao edifício, enquanto ocorriam as retiradas, outra equipe podava as árvores.

Os veículos recolhidos serão encaminhados para uma área cedida pela 21ª Delegacia de Polícia e, se necessário, também para o pátio de obras da Administração Regional de Taguatinga.

Cidades Limpas ficará em Águas Claras até 25 de agosto

O lançamento da 21ª edição do Cidades Limpas ocorreu na segunda-feira
(14). Na ocasião, o governador Rodrigo Rollemberg assinou o decreto que cria formalmente o programa.

Coordenado pela Secretaria das Cidades, o Cidades Limpas consiste em esforços concentrados do governo distrital nas diversas cidades-satélites a fim de trazer melhorias urbanas imediatas.

As ações se baseiam em demandas encaminhadas por moradores às administrações regionais.

As ações incluem retirada de entulho, limpeza de terrenos vazios, poda de árvores, tapa-buracos, instalação de quebra-molas, capina e roçagem, além de revitalização da iluminação pública.

Lançado em novembro do ano passado, o programa já passou por 19 localidades: Gama, Itapoã, Paranoá, Ceilândia, Brazlândia, Estrutural, Planaltina, São Sebastião, Fercal, Sobradinho II, Vila Planalto, Guará, Sobradinho, Samambaia, Taguatinga, Riacho Fundo I, Santa Maria, Recanto das Emas e Riacho Fundo II.

 

COMENTÁRIOS