compartilhar

AÇÕES JUDICIAIS: Amigos fazem "vaquinha" para pagar advogado do ex-governador Agnelo Queiroz

Entre os principais políticos presos em maio na Operação Panatenaico, apenas Agnelo Queiroz respondeu às perguntas da delegada.

Amigos de Agnelo Queiroz preparam um jantar de adesão, em 17 de setembro, para arrecadar dinheiro para ajudá-lo a pagar o advogado.

Resultado de imagem para vaquinha de dinheiro para agnelo queiroz

Não falta trabalho para Paulo Guimarães que tem defendido o ex-governador em várias ações judiciais e agora, neste caso da Operação Panatenaico, que deverá resultar em denúncia por vários crimes relacionados à construção do Mané Garrincha.

 

R$ 3 mil com marketing da Polishop

 

No depoimento prestado à Polícia Federal, na Operação Panatenaico, ao ser preso, o ex-governador Agnelo Queiroz (PT) declarou como anda a sua renda mensal: R$ 15 mil líquidos como funcionário da Fiocruz/DF, órgão do Ministério da Saúde, e cerca de R$ 3 mil em média pelo trabalho com marketing de relacionamento da empresa Polishop. 

Silêncio

Entre os principais políticos presos em maio na Operação Panatenaico, apenas Agnelo Queiroz respondeu às perguntas da delegada Fernanda Costa. José Roberto Arruda e Tadeu Filippelli, por orientação dos advogados, se reservaram ao direito de permanecerem calados nos depoimentos na Polícia Federal.

 

Adega de Filippelli abastecida por empresário da construção

Resultado de imagem para tadeu filippelliComo bom apreciador de vinhos, o ex-vice-governador Tadeu Filippelli mantém em sua casa no Lago Sul uma coleção com rótulos caros. Alguns, como indica o relatório da Polícia Federal sobre a Operação Panatenaico, chegaram como presentes. O empresário Fernando Queiroz, dono da Via Engenharia, por exemplo, abasteceu a adega de Filippelli com pelo menos 58 garrafas de chilenos, portugueses e espanhóis.

 

Os mais caros, Torre do Esporão e Antonio Carquejeiro, saíram respectivamente por R$ 755,61 e R$ 876,26 a garrafa. A planilha com a cotação na Super Adega foi encontrada no computador do empreiteiro e é considerada uma evidência de “conexão financeira” com Filippelli. A compra, realizada em março, totalizou R$ 25.920,04. A Via Engenharia é uma das responsáveis pela construção do estádio Nacional Mané Garrincha.

 

Eliana cobra dinheiro

Resultado de imagem para eliana pedrosaEntre os chats encontrados no telefone de Tadeu Filippelli, a Polícia Federal apontou no relatório final da Operação Panatenaico uma conversa com a ex-deputada Eliana Pedrosa. Ela cobra valores de Afrânio Roberto de Souza. Mas os policiais ressaltam que não é possível comprovar se o conteúdo está relacionado ao caso.

 

Fonte: *Por:Ana Maria Campos/CBPoder/Clipping

COMENTÁRIOS