compartilhar

50º FESTIVAL DE CINEMA DE BRASÍLIA: Além do Plano Piloto, 12 localidades terão atividades como oficinas e sessões especiais

Além do Cine Brasília, espaços no Gama, no Riacho Fundo I, em Sobradinho e em Taguatinga exibirão filmes da mostra competitiva. . Veja a programação completa

As atividades dos dez dias do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, de 15 a 24 de setembro, estarão espalhadas por alguns pontos do Distrito Federal.

O evento tomará não só a telona do Cine Brasília (106/107 Sul), palco tradicional das mostras, mas passará por, também, 11 cidades-satélites.


Os nove longas-metragens e 12 curtas concorrentes ao Troféu Candango e a R$ 340 mil em cachês de seleção serão exibidos gratuitamente no Teatro da Praça (Setor Central de Taguatinga); no Espaço Semente (Setor Central do Gama); no Teatro de Sobradinho; e no Riacho Fundo I (em frente à administração regional).

No Cine Brasília, as obras concorrentes de curtas, médias e longas-metragens poderão ser vistas por R$ 12 (inteira).

No dia seguinte à projeção, haverá ainda reprise gratuita dessas produções, às 15 horas, no Auditório 1 do Museu Nacional.Anúncio dos longas e curtas da mostra competitiva do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

As localidades

que receberão a mostra competitiva terão estrutura, ambientação e praça de alimentação.

 

Além disso, antes e depois dos filmes, DJs e bandas locais se apresentam.

Festivalzinho, oficinas e Cinema Voador

Moradores dessas localidades também poderão aproveitar o Festivalzinho, voltado ao público infantil.

As exibições serão às 9 horas, no Museu Nacional (em 18 e 19 de setembro) e no Cine Brasília (de 20 a 22 de setembro), e às 14h30, de 18 a 22 de setembro, no Gama, no Riacho Fundo I, em Sobradinho e em Taguatinga.

Os ingressos serão distribuídos 30 minutos antes de cada sessão.

Programação do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Laboratório de série televisiva, direção de arte, processos criativos de roteiro e composição de trilhas sonoras são os temas das oficinas gratuitas que serão ministradas em Ceilândia, no Gama, no Guará e em Taguatinga.


O festival contará ainda com o 25º Cinema Voador, que levará sessões gratuitas itinerantes à Vila Estrutural, à Fercal, ao Paranoá, ao Recanto das Emas e a São Sebastião.

programação completa inclui também:

  • Mostras paralelas
  • Sessões especiais
  • 3º Festival de Filmes Curta-Metragem das Escolas Públicas de Brasília
  • FestUniBrasília— 1º Festival Universitário de Cinema de Brasília, com curtas dirigidos por graduandos de cinema e audiovisual

Cerimônias de abertura e encerramento do 50º Festival de Brasília

Em 15 de setembro, a solenidade de abertura no Cine Brasília terá homenagem ao cineasta Nelson Pereira dos Santos, que será agraciado com a medalha Paulo Emílio Salles Gomes, criada em 2016 para prestar tributo a grandes nomes do cinema brasileiro.


No primeiro dia também serão projetados os filmes Festejo muito pessoal (2016), de Carlos Adriano (SP), e Não devore meu coração (2017), de Felipe Bragança (RJ), obra inédita no circuito nacional.

O público conhecerá os vencedores das mostras na cerimônia de encerramento, em 24 de setembro. Antes da distribuição dos Troféus Candango e Câmara Legislativa do DF, os convidados assistirão à obra Abaixo a gravidade (2016), de Edgard Navarro (BA).

Mostra Brasília e outras atividades do festival

Dedicada à produção local, a Mostra Brasília será de 18 a 22 de setembro, a partir das 18h30, com exibições gratuitas, exclusivamente no Cine Brasília. As 17 obras vão disputar R$ 240 mil em prêmios, distribuídos pelo Legislativo local.

No Plano Piloto, além do cinema, a programação do festival engloba o Museu Nacional (Setor Cultural Sul, próximo à Rodoviária do Plano Piloto), com sessões especiais, reprises e exposição de pôsteres de filmes, e o Hotel Meliá (Setor Hoteleiro Sul), onde ocorrem, de 20 a 22 de setembro, as atividades do Ambiente de Mercado.


A iniciativa de fomento ao audiovisual prevê diálogos com produtores, programadores, agentes de vendas, distribuidores e exibidores, por meio de painéis, aulas com especialistas (master classes), conversas livres e oficinas.

Veja a programação completa do 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

 

COMENTÁRIOS