compartilhar

HOTÉIS: Valores das tarifas nesses estabelecimentos caem em Brasília e no Rio de Janeiro

A capital federal teve queda de 72% em relação a 2014 e no Rio de Janeiro a redução das tarifas chegou a 10%

Um levantamento feito pela multinacional alemã HRS, uma das líderes mundiais em reservas hoteleiras, mostrou que as diárias em hotéis do Rio de Janeiro e Brasília caíram em 2015. 


Brasília é a cidade da América Latina que registrou maior queda de preços nas diárias de hotéis em 2015. De acordo com o ranking anual de tarifas realizado pela HRS (www.hrs.com), uma das líderes mundiais em reservas hoteleiras, a capital do país registrou redução de 72% nos preços. A média caiu de 239 euros em 2014 para 67 euros no ano passado.


O Rio de Janeiro, um dos principais destinos turísticos do Brasil, também ficou mais barato em 2015. A baixa registrada foi de 10,7%, com média de 151 euros por noite em hotel. Isso não significa que o Rio seja uma cidade acessível. Continua sendo a mais cara da América Latina e também está entre as 10 mais valorizadas do mundo.


Além da desvalorização do real frente ao dólar e ao euro, essas quedas podem ser compreendidas pela alta procura de hospedagem e consequente alta nos preços dos hotéis em 2014 por conta da Copa do Mundo, que atraiu turistas para diversas cidades brasileiras. Em São Paulo a redução de preços foi pequena, mas chegou aos 2%.


Na contramão de grandes cidades brasileiras, a Cidade do México apresentou alta de 57,7% nas diárias de hotéis. O valor médio das tarifas saltou de 78 euros em 2014 para 123 euros em 2015. A grande alta é explicada principalmente pelo volume de viajantes dos Estados Unidos e pela cotação do peso mexicano passar de cerca de 13 para 17 pesos por dólar de um ano para outro.


Ainda segundo o estudo da HRS, Nova York continua sendo a cidade mais cara do mundo para se hospedar. O valor médio da diária é de 264 euros. Na Europa, o destino que mais pesa no bolso do viajante é Londres, com tarifa que gira em 189 euros, alta de 14,5% de 2014 para 2015.


Foram consideradas reservas realizadas pelo sistema HRS no período de 01 de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2015. Não foram consideradas as reservas canceladas. Todos os apartamentos individuais e duplos reservados em hotéis de categorias de 1 a 5 estrelas foram contabilizados. Apenas destinos com maior volume de reservas foram selecionados.
 

 

Fonte: *CB - Clipping

COMENTÁRIOS