compartilhar

CHURRASCO COMPROMETIDO: Polícia Militar descobre carvoaria clandestina em assentamento rural no DF

Cerca de 40 sacos de carvão foram apreendidos. 'Eles estavam prontos para serem vendidos para donos de churrascarias', diz PM; uma pessoa foi detida.

O Batalhão Ambiental da Polícia Militar descobriu na tarde desta segunda-feira (11) uma carvoaria clandestina no assentamento rural 26 de Setembro.

Cerca de 40 sacos de carvão foram apreendidos e estavam prontos para serem comercializados para donos de churrascarias da Grande Brasília, informou a PM.


Segundo a polícia, os militares receberam uma denúncia de desvio de água e, ao chegarem próximo ao endereço, encontraram um caminhão carregado de madeira.

O motorista do veículo foi abordado e contou que o material seria usado para fazer lenha.

De acordo com a PM, o homem se mostrou nervoso e os policiais pediram que ele indicasse o local onde seria deixada a madeira. Os militares contataram que o endereço abrigava uma carvoaria.

O Batalhão Ambiental recolheu o carvão que já estava ensacado e encaminhou o motorista do caminhão para a Delegacia Especial do Meio Ambiente (Dema), que investigará o caso.

O responsável pela atividade clandestina, no entanto, não foi localizado até a publicação desta reportagem.


A produção de carvão é proibida no Distrito Federal. O comerciante que comprar produto ilegal para revender também pode responder a um processo por crime ambiental.

Na carvoaria clandestina, polícia encontrou cerca de 40 sacos de carvão que estavam prontos para serem comercializados para donos de churrascarias

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS