compartilhar

SERVIÇO CONTINUA: Não vai mais ter greve de 24 horas de rodoviários nesta 5a. feira

CATEGORIA SE COMPROMETEU A ANALISAR PROPOSTA DOS EMPRESÁRIOS

Os rodoviários suspenderam a paralisação de 24 horas prevista para esta quinta (21).

A categoria se comprometeu a não paralisar o serviço de transporte público até que a nova proposta de reajuste salarial, feita pelos empresários, seja analisada pelo sindicato.


 

Na proposta da Associação das Empresas de Transporte Público Coletivo e Urbano de Passageiros (Transit) é proposto um reajuste de 5% no pagamento, ticket alimentação e sesta básica.

A associação propõe ainda 13% de reajuste do plano de saúde e odontológico.

A decisão, que deve ser tomada ainda nesta quinta (21), será dos cobradores e motoristas das empresas de transporte coletivo da capital. Se a nova proposta não for aceita, uma nova greve pode ocorrer por tempo indeterminado.

A paralisação mobiliza cerca de 2,8 mil ônibus que circulam pelas ruas do Distrito Federal.

Paralisação em agosto

No dia 28 de agosto, os rodoviários fizeram uma paralisação relâmpago, sem nenhum aviso prévio do sindicato. A greve prejudicou cerca de um milhão de passageiros, e o GDF entrou com uma ação contra a paralisação.

A Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) emitiu uma liminar que garantia a circulação de 100% da frota de ônibus da Grande Brasília.


Os funcionários das empresas de ônibus da capital reivindicavam reajuste salarial de 10%. No entanto, os empresários afirmam que não podem atender a demanda da categoria.

Apesar de várias reuniões entre as duas partes, rodoviários e as empresas de transporte público da capital ainda não chegaram em um acordo.

 

COMENTÁRIOS