compartilhar

"BEM LONGE DE CASA": Polícia Civil localiza empresário de Ceilândia desaparecido há uma semana

Marcos Antônio Biângulo está vivo. Ele desapareceu depois de sair de uma agência bancária naquela cidade-satélite

A Polícia Civil de Brasília encontrou o empresário Marcos Antônio Biângulo, de 51 anos, que estava desaparecido desde a última quarta-feira (27/9).

Ele foi localizado pela Divisão de Repressão a Sequestro (DRS) vivo, fora do Distrito Federal.

As circunstâncias ainda não foram informadas.


O empresário carregava uma quantia considerável em dinheiro quando desapareceu sem deixar rastros. Ele jamais depositou os cerca de R$ 15 mil ganhos com a venda de um veículo.

Na tarde de domingo (1º/10), a esposa do empresário, Elza Biângulo, e a filha Loyane conversaram com o Metropoles na Casa Nova Choperia e Restaurante, localizada na QNM 9, que a família possui, em Ceilândia.


Elza contou que o marido mantinha uma rotina de depositar grandes quantias no banco toda quarta-feira. “O Marcos coordenava um consórcio de veículos que é feito apenas entre amigos e familiares. No dia em que sumiu, iria depositar o dinheiro pago pelo contemplado de um carro”, contou.


O empresário deixou de atender o telefone por volta de 13h. Desde então, o aparelho permanece desligado. O último a ver o empresário foi o filho Brayon Pablo, de 21 anos, que o deixou próximo ao banco. “Disse para ele colocar uma picanha com muita gordura para assar, que iria retornar para o almoço”, lembrou Elza.

 

Assalto
Natural da cidade de Tiros, em Minas Gerais, a família do empresário mora no DF há 24 anos e sempre trabalhou com comércio. Por conta dos negócios, ele se tornou alvo de assaltantes alguns dias antes de desaparecer. “Invadiram o bar durante a madrugada e levaram televisões, bebidas caras, deixando um prejuízo grande”, contou a mulher. Para ela, entretanto, não há relação entre o crime e o sumiço do marido.


Marcos era muito conhecido em Ceilândia. De temperamento tranquilo, o empresário colecionava amigos pela cidade-satélite mais populosa da Grande Brasília. “Ele era muito querido e todos estão se empenhando em encontrá-lo. Antes de sumir, chegou a dizer para o meu filho que voltaria a pé e encontraria alguém conhecido para lhe dar carona até o bar”, disse.


Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado na 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro) e tem inquérito aberto na Divisão de Repressão a Sequestro (DRS), na Seção de Localização de Desaparecidos.

Imagens registradas por uma câmera de segurança de um restaurante em Ceilândia Centro, próximo ao Bradesco e ao Fórum, mostram Marcos caminhando no comércio e sendo seguido por um rapaz não identificado.

 

Fonte: *Via Metropole/Clipping

COMENTÁRIOS