compartilhar

BUEIROS ENTUPIDOS: Secretaria das Cidades intensifica ação de limpeza de bocas de lobo

Primeira etapa começou nesta terça (17) e segue até o fim do mês com foco na Avenida W3 Norte e em pontos críticos de Taguatinga

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê que as poucas chuvas de outubro cheguem somente na última semana do mês.

Em novembro, porém, a expectativa é que a quantidade de água fique acima da média.

Com o objetivo de evitar alagamentos ou até tragédias maiores, como acidentes de carro provocados pelo acúmulo de água no asfalto, a Secretaria das Cidades começou nesta terça-feira (17) uma operação especial de limpeza das bocas de lobo do Plano Piloto e cidades-satélites.


O trabalho segue até o dia 31.

As primeiras ações ocorrem na Asa Norte e em Taguatinga. “A Defesa Civil mapeou 1.435 bueirosnessas duas localidades, e a ideia é que as equipes vistoriem todas”, diz o secretário das Cidades, Marcos Dantas.

Trabalham na operação 30 internos do sistema penitenciário do Distrito Federal, divididos em dois grupos, que começaram a percorrer as ruas e avenidas.

Trabalho de limpeza de bueiros previne alagamentos no período chuvoso.

As equipes retiram o lixo acumulado nas bocas de lobo. Em seguida, as máquinas desentopem as estruturas e reparam aquelas que estiverem danificadas, como tampas e grades.

“Aguardamos a chuva com muita ansiedade, mas também estamos nos preparando para quando ela chegar”, enfatiza Dantas, que recomenda: “A população também precisa fazer sua parte e não jogar entulho ou lixo na rede de esgoto”.

Além da Secretaria das Cidades, participam da operação as Administrações Regionais do Plano Piloto e de Taguatinga, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), o Departamento de Trânsito do DF (Detran), o Corpo de Bombeiros Militar, a Polícia Militar e a Defesa Civil.

Programa Cidades Limpas

A operação de limpeza das bocas de lobo é uma ação do programa Cidades Limpas, que, desde novembro de 2016, visita as regiões administrativas para revitalizar áreas públicas. Até agora, 21 localidades receberam as melhorias feitas por órgãos do governo distrital, com a coordenação da Secretaria das Cidades.

 

COMENTÁRIOS