Image and video hosting by TinyPic

 

Image and video hosting by TinyPic

 

compartilhar

SÓ NO DF E AC: Privilégio da "pecúnia" de servidores custará R$ 298 milhões aos cofres do GDF, em 2017

É A 'PECÚNIA' PARA 3 MIL SERVIDORES APOSENTADOS NO GOVERNO DISTRITAL ESTE ANO

Além de salários elevados e aposentadoria integral, e ao contrário dos trabalhadores do setor privado, funcionários públicos do Distrito Federal têm um privilégio que custa caro ao contribuinte: a “pecúnia”.

 

É assim: a cada 5 anos, o servidor tem direito a férias de três meses, mas eles optam por receber isso em dinheiro, ao se aposentar. É a “pecúnia”.

Só em 2017, 3.136 servidores recém-aposentados no GDF vão dividir um bolo de quase R$298 milhões (exatos R$297,8 milhões). Cada um vai embolsar R$94,8 mil, em média. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

 

O governo distrital vai pagar nesta terça R$5,5 milhões a 63 servidores aposentados entre 27 de janeiro e 2 de fevereiro.

Servidor do GDF em fim de carreira, que recebe R$20 mil e trabalhou 20 anos, ganha mais R$240 mil no último contracheque. Autêntica loteria.

Acre e Distrito Federal são as únicas unidades da Federação a pagar a regalia da “pecúnia”, já extinta nos demais Estados.

O fim da pecúnia é só um sonho de quem paga a conta. “Nada contra servidor passa na Câmara”, tem dito Rogério Rosso (PSD-DF).

 

Fonte: *Diário do Poder/Clipping

COMENTÁRIOS