compartilhar

TRANSPLANTES: Hemocentro é único banco público de células-tronco de cordão umbilical

Doação é voluntária e precisa ser autorizada pela mãe ainda durante gestação. Células-tronco podem ajudar a curar doenças e cânceres como leucemia.

A Fundação Hemocentro de Brasília é o único banco público de saúde do Distrito Federal que armazena células-tronco retiradas do cordão umbilical de bebês recém-nascidos.

 

A doação precisa ser decidida pela gestante ainda durante a gravidez e o sangue pode ajudar a curar doenças como a leucemia, câncer que atinge os tecidos sanguíneos.

A gerente comercial Carla Frota está grávida de 14 semanas e decidiu que vai doar como uma forma de "seguro de vida" para o próprio filho. A doação, uma vez que é coletada pelo Hemocentro, fica disponível para qualquer pessoa que precise do recurso.


A decisão de Carla foi tomada depois que um amigo relatou que precisou acionar o banco de sangue para curar a diabetes do filho. "Ele disse que o filho de sete anos estava com diabetes altíssima e que ele tinha feito a coleta e iria pra São Paulo pra reinjetar o sangue do cordão com o objetivo de cura."

Obstetra e ginecologista Matheus Beleza, de Brasília (Foto: TV Globo/Reprodução)O obstetra Matheus Beleza explica que, como as células do cordão umbilical são células-tronco, elas têm capacidade de se adaptar a outros tecidos do corpo.

"O potencial dessas celulas é infinito. A capacidade de cura dessas celulas é muito grande, então hoje a gente tem inúmeros tratamentos para leucemia e outros cânceres de maneira geral."


De acordo com o Ministério da Saúde, o transplante de células-tronco do cordão umbilical possibilita a cura de 80 tipos de doença. Em todo o país, há 19 bancos de coleta privados que armazenam o sangue e 13 públicos – o Hemocentro de Brasília é um deles.

Para garantir maior segurança à saúde dos filhos, a empresária e educadora física Daniela Rico também optou por fazer a doação do cordão umbilical nas duas gestações. "Um seguro, como se faz de carro, de vida, de móvel... A gente pensa realmente em nunca precisar usar, mas se precisar tem algo para, pelo menos, dar uma esperança pra gente curar os nossos filhos."

 

Como doar?Grávida com a mão na barriga (Foto: TV Globo/Reprodução)

Para fazer a doação do cordão umbilical, é importante que a gestante informe o obstetra e procure o Hemocentro ou um banco privado. Toda doação armazenada nas unidades públicas fica disponível para qualquer pessoa que precise de transplante de células-tronco.

"Quanto maior a diversidade de pacientes que tiverem doando, maior o número de pessoas que vão poder ser ajudada", disse o obstetra Matheus Beleza.


Segundo dados divulgados pelos Ministério da Saúde em outubro, houve uma queda de 30% na coleta de células-tronco de cordões umbilicais na rede pública e de 40% nos bancos privados.

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS