compartilhar

A HISTÓRIA SE REPETE: Antigo hotel Torre Palace, em Brasília, é mais uma vez alvo de invasão

Polícia Militar diz que retirou dois homens do local na manhã deste domingo. Eles tinham cavado um buraco na lateral do prédio, por onde estavam entrando.

A Polícia Militar impediu na manhã deste domingo (19), uma nova tentativa de invasão ao prédio do antigo hotel Torre Palace, no centro de Brasília.

Segundo a PM, dois homens abriram um buraco na lateral do prédio por onde estavam entrando no local.

Um dos homens foi apreendido.

Resultado de imagem para HOTEL TORRE PALACE DF

A PM disse que vai permanecer no prédio até que o buraco, que serviria de acesso ao interior do prédio, seja fechado. Mas o fechamento só deve acontecer na segunda-feira (20).

O Torre Palace já foi considerado um dos melhores hotéis da capital federal, mas foi abandonado e ocupado por famílias ligadas ao movimento sem teto.

Corredor de hotel abandonado após ação de desocupação da PM; foram retirados do local 12 adultos e quatro crianças (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

 Em junho de 2016, o GDF fez uma megaoperação de desocupação que custou R$ 802,94 mil.

O dinheiro seria cobrado dos proprietários do hotel, na Justiça.

No entanto, passados 1 ano e 5 meses, ainda não há uma solução para o que sobrou da construção. Um imbróglio burocrático faz com que o imóvel permaneça em um “limbo jurídico”, sem sequer poder ser demolido.


Caso de famíliaEntrada de hotel abandonado na área central de Brasília (Foto: Vianey Bentes/TV Globo)

 

A disputa interna em torno do Torre Palace começou no início dos anos 2000. Com a morte do empresário libanês Jibran El-Hadj, a esposa e os seis filhos herdaram o patrimônio, avaliado à época em R$ 200 milhões. Eles acabaram entrando em desacordo sobre os rumos do estabelecimento.

 

Em 2007, três filhos do empresário saíram da sociedade e entraram na Justiça pedindo parte da herança, com valor estimado de R$ 51 milhões. O valor sairia da venda do Torre Palace para uma construtora. A empresa adiantou R$ 17 milhões para os herdeiros que mantiveram a sociedade. Contudo, antes da venda do prédio, a Justiça já havia penhorado o imóvel.

Terceiro dia da operação policial para retirada dos ocupantes do Hotel Torre Palace, na região central do Plano Piloto (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Terceiro dia da operação policial para retirada dos ocupantes do Hotel Torre Palace

Com 14 andares e 140 apartamentos, o Torre Palace foi inaugurado em 1973 e funcionou por 40 anos em um dos pontos mais valorizados da cidade.

As janelas do edifício têm uma vista privilegiada do Congresso Nacional, da Esplanada dos Ministérios, da Catedral Metropolitana, do Museu da República, da Torre de TV e do estádio Mané Garrincha, todos instalados no Eixo Monumental.

Ao ser desativado pelos donos em 2013, o Torre Palace acabou se transformando em ponto de uso de drogas e convivência de moradores de rua. Dentro do hotel, a destruição e o abandono tomaram conta dos espaços. No entanto, segundo corretores e representantes imobiliários ouvidos pelo G1, o lote onde persistem as ruínas pode valer até R$ 45 milhões.

Resultado de imagem para HOTEL TORRE PALACE DF

 

 

Fonte: *Via G1/Clipping

COMENTÁRIOS