compartilhar

TIRANDO PÉ DO ACELERADOR: Mudança de velocidade em avenida do Lago Norte começou hoje

Para melhorar segurança no trânsito, medida deve ser adotada em outros locais do Plano Piloto e cidades-satélites, segundo o DER Comentar

Nesta 3a. feira (28), o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER) reduz para 60 quilômetros por hora o limite de velocidade permitido para a Estrada Parque Península Norte (EPPN), a principal avenida do Lago Norte, bairro nobre de Brasília.

 

Antes disso, o governo altera a sinalização da área.

A velocidade máxima permitida era de 70 quilômetros por hora.

A medida é fruto de estudos feitos desde o ano passado, que mostram o aumento do número de ciclistas e pedestres nas vias. “A convivência entre motoristas, ciclistas, pedestres e motociclistas deve ser cada vez mais harmônica para que nós continuemos resgatando os princípios da paz e da cidadania no trânsito”, avalia o diretor-geral do DER-DF, Henrique Luduvice.

Resultado de imagem para LAGO NORTE 60 KM

De acordo com ele, esse processo deverá ocorrer em outras localidades do Distrito Federal. No caso do Lago Norte, a proposta foi levantada por moradores em audiência pública.

“É preciso registrar que, na época do programa Paz no Trânsito, entre 1985 e 1998, houve essa redução em comum acordo com os moradores da região”, lembra Luduvice.


Imagem relacionadaNo último dia 19, em alusão ao Dia Mundial em Memória das Vítimas de Trânsito, foram anunciadas oficialmente a nova sinalização da ciclovia e a redução da velocidade máxima. “Os estudos apontam para a importância de transformar o trânsito na EPTN em um trânsito mais humano”, diz o diretor-geral.

Com a redução, o departamento espera diminuir ainda mais o número de acidentes na Grande Brasília. De janeiro a 5 de novembro, o órgão registrou 114 mortes no trânsito a menos que no mesmo período do ano passado. Foram 332 óbitos em 2016 e 218 neste ano.

 

COMENTÁRIOS