compartilhar

FOMENTANDO: Acordo entre GDF e BB vai facilitar o crédito para micro e pequenas empresas da Grande Brasília

Assinatura do documento ocorreu na abertura do 8º Fomenta Nacional nesta terça (28). Termo de cooperação envolve participantes dos programas Pequenos Reparos e Simplifica PJ

O governo do Distrito Federal e o Banco do Brasil assinaram nesta terça-feira (28) termo de cooperação técnica para facilitar o acesso ao crédito a participantes dos programas Pequenos Reparos e Simplifica PJ.

Resultado de imagem para FOMENTA DF

“Essa é uma forma de fortalecer o microcrédito no DF, que já funciona com o Prospera”, disse o governador, Rodrigo Rollemberg. As duas primeiras cartas de crédito da iniciativa foram entregues na cerimônia.


A assinatura do documento fez parte da abertura do 8º Fomenta Nacional — oportunidades para as micro e pequenas empresas nas compras governamentais.

Promovida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a iniciativa tem o objetivo de aproximar os pequenos negócios de compradores públicos. 

De acordo com a organização, está prevista a participação de dezoito unidades da Federação.

“Fizemos questão de trazer este evento, que é nacional, para Brasília pelas iniciativas do governo distrital no que diz respeito a essas contratações”, disse o presidente do Sebrae nacional, Guilherme Afif Domingos.

Resultado de imagem para FOMENTA DF

Segundo ele, os participantes do Fomenta vão poder tirar do Distrito Federal exemplos a serem seguidos em todo o País, além de sensibilizar os gestores públicos para as boas práticas.

O evento foi idealizado em 2008 e ocorre a cada dois anos.

Na programação, que segue até quarta (29), há palestras, painéis, oficinas, seminários temáticos e internacionais e apresentações de casos de sucesso.

Incentivos aos micros e pequenos empreendedores distritais

O projeto Pequenos Reparos está sendo desenvolvido primeiramente em São Sebastião. Com ele, 26 escolas da região podem contratar pessoas da comunidade, como pedreiros e vidraceiros, para fazer pequenos serviços.


São cerca de 200 pais e responsáveis pelos alunos inscritos na lista de prestadores de serviço local.

Ao tomar conhecimento do projeto, Afif Domingos elogiou a iniciativa. “Isso é absolutamente inovador, não existe nada parecido no restante do País.”


Rollemberg também citou a criação do licenciamento simplificado para a abertura de empresas de baixo impacto, o Simplifica PJ. “Conseguimos concluir esse processo em 4,7 dias, a melhor média do País.”

No evento desta terça, o chefe do Executivo local também destacou ações do governo que têm a finalidade de fomentar o empreendedorismo dos micros e pequenos na Grande Brasília. “Cerca de 70% dos nossos pregões já têm regras especiais para atender a esse público”, disse.


 

“Por seis meses seguidos tivemos indicadores positivos de retomada da nossa economia, com criação de empregos, e não tenho a menor dúvida de que grande parte do sucesso desse esforço é em função do trabalho dos empreendedores, microempreendedores individuais e dos micro e pequenos empresários da nossa cidade”, disse Rollemberg.

 

COMENTÁRIOS