compartilhar

"DOUTOR" PROFESSOR: Professores da Grande Brasília serão responsáveis por medicação de alunos

O Sindicato dos Professores (Sinpro-DF) diz que irá analisar essas novas funções da categoria.

Foi publicado na edição de ontem do Diário Oficial do Distrito Federal as regras para administração de medicamentos para alunos nas escolas públicas do Plano Piloto e cidades-satélites.

As normas irão atender os estudantes que precisam fazer uso dos remédios durante os horários de aula.

 

De acordo com a portaria, ficará a cargo dos professores o manuseio e a atenção com os horários para a distribuição dos medicamentos dos alunos.

Resultado de imagem para criança tomando remédio na escola

Segundo a Secretária de Educação, esses professores passarão por treinamentos, que serão ministrados por profissionais capacitados da Secretaria de Saúde.

 

O Sindicato dos Professores (Sinpro-DF) diz que irá analisar essas novas funções da categoria. "Nesse primeiro momento vemos com bastante preocupação essa regulamentação. Não fomos chamados para debater essas regras e um professor não é uma pessoa mais indicada para manusear medicamentos. Vamos estudar essa portaria", informou o Sinpro.


 

De acordo com a publicação, os pais de alunos que necessitam do uso de medicamentos durante o período de aula deverão apresentar receita médica junto com o remédio para a escola.

 

O regulamento diz que cada instituição deverá ter uma sala com chave para o armazenamento dos medicamentos.

 

De acordo com a Secretaria de Educação, remédios como insulina, que necessitam de refrigeração, serão armazenados conforme a realidade estrutural de cada unidade de ensino.

 

A pasta não informou como os professores serão selecionados, mas disse que o cronograma de treinamentos está sendo feito. Segundo a pasta, a partir do começo do ano que vem, todas as escolas terão pessoas capacitadas.

 

Fonte: *Via:Destak/Clipping

COMENTÁRIOS