compartilhar

ALTA-TENSÃO: Sistema interno de energia elétrica da Ceasa-DF será revitalizado

Obra em andamento é demanda antiga de permissionários e frequentadores e vai dar mais segurança à operação na empresa pública. Serão construídas uma cabine de medição e três subestações

Com a finalidade de modernizar a rede elétrica interna da Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF), a empresa pública firmou contrato de prestação de serviço para conclusão da cabine de medição e construção de novas subestações.


A assinatura do acordo ocorreu na cerimônia para comemorar os 53 anos da Secretaria da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, em 11 de dezembro, na sede da pasta.

A intervenção prevê o término da construção da cabine de medição de alta tensão e a criação de três novas subestações. Hoje, a Ceasa recebe a energia elétrica da Companhia Energética de Brasília (CEB) em 13,8 quilowatt, ou seja, em alta tensão.


As quatro subestações já existentes são responsáveis por rebaixar a energia a baixa tensão e, assim, alimentar toda a rede interna da empresa.

A obra está em andamento e é uma demanda antiga dos permissionários da empresa e dos frequentadores do local, visto que as estruturas funcionam de forma precária e obsoleta.


A construção da cabine e das subestações atualizará o sistema de distribuição elétrica e dará mais segurança à atividade.

Após a conclusão da obra, os atuais ramais ficarão fora de operação. “É fundamental melhorarmos a rede interna, até porque temos câmaras frias, refrigeradores e outros equipamentos que precisam de alimentação constante”, explica o presidente da Ceasa, José Deval.


As benfeitorias estão orçadas em R$ 1.194.611,79 e serão iniciadas em janeiro de 2018. A empresa Elmo Eletromontagens Ltda. é a executora do projeto. O prazo para conclusão é de 120 dias, conforme previsto em edital.

aviso de licitação para contratação de empresa especializada foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal de 2 de outubro deste ano. A modalidade praticada foi do tipo menor preço.

 

COMENTÁRIOS